Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

SÁBADO SANTO: VIGÍLIA PASCAL

March 26, 2016

VIGÍLIA PASCAL: A MORTE FOI VENCIDA! NASCEU A NOVA VIDA!

            Noite da Vida! Noite da Paz! Noite da Luz! Tento de alguma forma descrever esta noite santa, noite linda em que brilhou a luz que jamais se apaga. Nesta Noite Santa da Páscoa, a Igreja nos oferece um alimento abundante, por meio da Palavra e da Eucaristia. O amor ao extremo venceu o egoísmo, o orgulho e a violência. Agora Ele nos dá o poder de seu amor: Ressuscitado dentre os mortos, nos conduz também à nossa ressurreição. Demos graças ao Pai que ressuscitou seu Filho, Redentor do mundo

            A celebração teve início no Pátio da Matriz com a Bênção do Fogo. Iniciar essa celebração na escuridão iluminada pela luz do Círio Pascal é uma das maiores expressões de nossa fé: o Cristo ressuscitado, a Luz do mundo. Esse clima e sentido permeou toda a celebração da Vigília Pascal. Com as luzes apagadas, Padre Wendel adentrou o templo, erguendo o Círio aceso, cantando: “Eis a luz de Cristo!” ao que a assembléia respondia: “ Demos graças a Deus!” depois da segunda proclamação, os ministros acendem as suas velas no Círio pascal  e de repente a Igreja está toda iluminada. O povo permanece de pé, com as velas acesas. O Círio é incensado e faz-se a proclamação da Páscoa com o canto do Exulte.

            Esse canto maravilhoso, se inicia assim: “ Exulte o céu e os Anjos triunfantes, mensageiros de Deus, desçam cantando; façam soar trombetas fulgurantes, a vitória de um Rei anunciado. Alegre-se também a terra amiga, que em meio a tantas luzes resplandece; e vendo dissipar-se a treva antiga, ao sol do eterno Rei brilha e se aquece. Que a mãe Igreja alegre-se igualmente, erguendo as velas desse fogo novo, e escutem reboando de repente, o Aleluia cantado pelo povo...

            Depois de iniciar solenemente a vigília, no recolhimento daquela noite, é proclamada a Palavra de Deus através das muitas leituras e salmos que nos revela como ele salvou outrora seu povo e, nestes últimos tempos, enviou seu Filho como Redentor. Na seqüencia da celebração, acendem-se as luzes e as velas do altar e canta-se solenemente o Hino de Louvor. Esse é um momento muito aguardado por todos, pois a Igreja se reveste de júbilo com o canto do Glória, o repique dos sinos e a explosão dos fogos de artifício que anunciam que Jesus ressuscitou, para deixar claro que esse projeto do Pai também se realizará nas nossas vidas.

            A Igreja da terra reafirma sua fé na presença da Igreja dos Céus; e invoca o apoio daqueles que nos precederam na participação plena da glória do Cristo ressuscitado, entoando a Ladainha de todos os Santos.

O Rito da Renovação das Promessas Batismais vem nos lembrar que somos o Povo novo do Senhor, o povo da nova e eterna aliança, em seu Filho Jesus Cristo. Somos testemunhas de sua ressurreição e comprometidos com o seu Reino anunciado e vivido por Jesus. Enquanto o presidente da celebração, padre Wendel  aspergia  o povo com água benta,  toda a assembléia cantava com o coral.

        E vós que, transcorridos os dias da paixão do Senhor, celebrais com alegria a festa da Páscoa, possais chegar exultantes à festa das eternas alegrias. Levai a todos a alegria do Senhor ressuscitado; ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Aleluia! Aleluia! - Com esta bênção padre Wendel encerrou a celebração - O povo respondeu: “Graças a Deus! Aleluia! Aleluia!”

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags