Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

410 ANOS DE ZUMBI

November 20, 2016

           A reação do homem negro contra a escravidão, na América Portuguesa, teve três aspectos principais: * A revolta organizada pela tomada do poder, que encontrou a sua expressão no levante de negros malês (mulçumanos), na Bahia, entre 1835 e 1870.  * A insurreição armada, principalmente no caso de Manoel Balaio, (1839) no Maranhão;  * A fuga para o mato, de que resultaram os Quilombos, tão bem exemplificados no de Palmares. A luta contra a discriminação racial e a exploração existe desde o período colonial e envolveu toda uma raça e pessoas de diferentes etnias solidárias a um mundo aberto ao convívio de todos.

            E esta luta das classes oprimidas e das raças discriminadas levou o movimento popular brasileiro da época a se organizar na defesa dos seus direitos e interesses; e sob a liderança de ZUMBI DOS PALMARES, o grande Quilombo (expressão maior de todas as lutas da época) resistiu às leis e atitudes tiranas dos senhores coloniais e da coroa portuguesa até terem sido chacinados em 20 de Novembro de 1695.

            O Quilombo dos Palmares foi um Estado negro à semelhança dos muitos que existiram na África do século XVII – um Estado baseado na eletividade do chefe” mais hábil ou mais sagaz”, “de maior prestígio e felicidade na guerra ou no mando”. A singularidade de Palmares, entre os muitos quilombos do Brasil, está em ter vivido 65 anos (1630-1695) Não obstante as dezenas de expedições que os brancos, a partir de 1644, enviaram para reduzi-lo. Zumbi assumiu o comando da luta dos negros em 1675, quando se negou a depor as armas, após estes matarem o Rei Ganga-Zumba e, desde então a luta iniciou uma nova fase, que só terminou com a morte de Zumbi.

            Nesta data em que a resistência de Zumbi completa 400 anos, fazemos um chamado aos companheiros a se fazerem presentes nas atividades da Semana da Consciência Negra”, objetivando uma maior mobilização os trabalhadores – negros -  mulheres, em fim, uma ampla mobilização dos explorados contra qualquer tipi de discriminação e em defesa dos direitos da população oprimida em geral. Viva Zumbi dos Palmares! Viva a luta dos Trabalhadores!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags