Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

“Simplicidade e Abundancia são princípios que caminham juntos no crescimento espiritual. As coisas não precisam ser complexas e difíceis; a vida traz muitas oportunidades e podemos permitir que fluam, em nossa caminhada, nos sentido Merecedoras”. É parte do texto de Dulce Francisco Taraborelli, que você verá na coluna Falando de Mulheres".

 

FALANDO DE MULHERES SIMPLICIDADE E ABUNDÂNCIA

         Vivemos de acordo com o que acreditamos e direcionamos nossas vidas por nossas crenças e nossos valores. Quando paro para refletir sobre essa afirmação, penso no quanto neguei a verdade de quem sou. Por muito tempo estive ligada com o mundo externo e me afastei do meu mundo interno. Quando me liguei internamente, descobri minha Divindade. Por não aceitá-la, confesso que o que mais eu desejava, mais distante me parecia. Agora, reconheço o quanto estava me apegando à Espiritualidade para ter forças de continuar a viver minha vida, sem um amor onde exista respeito e admiração. Agora, reconheço que não adianta me esconder; reconheço que posso olhar para o Mundo, livre da mediocridade, e revelar o quanto desejo uma vida simples, abundante e me sentir muito Feliz, pois sempre fui uma mulher Feliz. Agora... escolho ser Muito Feliz!

         Nunca tinha pensado desta forma. A imagem que as pessoas têm a meu respeito me influencia muito; o bastante para me deixar insegura em revelar minha essência e com medo de parecer arrogante. Buscar meu verdadeiro caminho, me deu coragem para enfrentar as convenções sociais; parei de tentar me manter onde estava, pois isto era triste demais para mim.

        Aprendi a rezar. Entendi que a comunicação entre o homem e o divino que purifica e aperfeiçoa a consciência é a prece. Rezar como súplica ou como gratidão, ajuda a alinhar os corpos mental, físico e emocional. A prece nos põe em contato com o que já existe dentro de nós e abre nossas mentes para descobrir essa existência no mundo exterior. Nós já possuímos o que pedimos, mas, em muitos casos, não sabemos disso. Um dia, através das preces e meditação percebi que já sabia tudo o que preciso saber. O grande desafio se tornou, então, em como pôr em ação.         Entendi que o mais difícil era vencer minhas próprias dúvidas. Descobri que quando elimino o conflito instalado na minha mente, quando eu realmente espero um resultado positivo, quando sou específica no que eu quero, quando paro de culpar os outros ou Deus por tudo o que quero e não acontece, quando assumo responsabilidade sobre minhas preces, elas são ouvidas imediatamente. Isto é ter simplicidade na forma de pensar e abundancia na certeza do que se quer. Quando rezo, demonstro que estou disponível a receber o que já existe.

         Rezar me faz entrar em sintonia com o bem existente dentro de mim, seguir a intuição e o coração, pois eles sempre dão um sinal. Rezar me faz confiar que tudo o que é para o meu bem já está feito. Confiar nas pessoas é esperar que elas façam o que eu preciso fazer e isto não está no meu controle, posso me decepcionar. Mas confiar no divino... é ter a certeza que preciso e faço as coisas por mim. Agora entendo que, - se quero confiança das pessoas – preciso e devo transmitir que sou confiável. Atitudes e palavras coerentes me tornam responsável e confiável aos olhos do outro. Quando confiamos em alguém, conhecemos a energia divina e talvez a pessoa não sinta o mesmo, não conheça o divino que há em nós. Quando depositamos a nossa confiança em alguém, esperamos promessas cumpridas. Normalmente, algo que devemos fazer por nós mesmos.

           Simplicidade e abundancia são princípios que caminham juntos no crescimento espiritual. As coisas não precisam ser complexas e difíceis; a vida traz muitas oportunidades e podemos permitir que fluam, em nossa caminhada, nos sentindo Merecedoras. Eu nunca tive este sentimento, sempre me vi devedora... com a vida, com as pessoas, com o mundo. Quanto mais me dispunha a fazer, acreditando que era pelo bem dos outros, mais me sentia mal.

         Simplicidade não é sinônimo de pobreza e de falta de informação. Abundancia não é sinônimo de fartura material. Viver sobre os princípios de Simplicidade e Abundancia tem sido a jornada de muitas mulheres, e eu tenho aprendido com muitas delas. O sentido da vida é dado por nós e podemos aprender – com a simplicidade de nossas experiências diárias – nos sentirmos abundantes de Amor, Beleza e Alegria. Tendo a convicção de que podemos viver, fazer a diferença contribuindo com o Universo e o Divino na construção de uma vida melhor. Longe de mim dizer que as coisas materiais não me trazem alegria, mas ouso afirmar que sem o real valor dos sentimentos que trazemos em nossas almas, com certeza uma bela casa, um lindo carro ou roupas de grifes, não significam sermos abundantes. E abster-se dos bens materiais está longe de sermos pessoas simples.

          O caminho da Simplicidade e da Abundância é unir através da oração o Espiritual e o Material, é lidar com nossos desafios diários de manter nossa aparência física, nossa casa em ordem, nossas contas pagas, nossas roupas limpas... Com a leveza e com o humor de quem acredita estar vivendo com integridade entre o céu e a terra. Nós, Mulheres, somos divinas, merecedoras e podemos!

Dulce Francisco Taraborelli (psicóloga, Terapeuta Corporal, Empresária, Especialista em Comportamento e Desenvolvimento Humano). Extraído do livro: “Nós, Mulheres”.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags