Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

DOMINGO DE RAMOS NA MATRIZ DE CACHOEIRA ALEGRE

March 21, 2016

PADRE WENDEL CELEBRA DOMINGO DE RAMOS NA MATRIZ SÃO SEBASTIÃO

           

              O Padre, o povo e a paróquia de Cachoeira Alegre,deram início ontem, à celebração de uma Santa Semana Santa. Em Cachoeira Alegre, a celebração da Semana Santa começou com a tradicional Procissão de Ramos, na Praça Maria Arquetti (Praça da Figueira). Sabemos que o Senhor nos dá sua vida na cruz! E que Ele ressuscitará, quando celebramos no Sábado Santo, com o canto do Glória e Aleluia a ressurreição de Jesus. Contudo, celebramos toda a trajetória de Jesus, desde a sua entrada triunfal em Jerusalém.

            Ele também sabia que, dias depois, lá encontraria com a morte; mas com toda a liberdade, Jesus sobe à cidade de Jerusalém e se faz servo pobre, junto dos pobres do Reino. Suporta com mansidão e paciência os ultrajes e sofrimentos para nos salvar e obedecer ao Pai, que nos enviou para esta missão. Por sua obediência, o Pai o exaltará e o glorificará. Sua vida abriu a salvação para todos os povos. O imenso peso de seu amor fez de sua vida doação, entrega, serviço. Amemos o Cristo, que nos amou até o fim!

            Às 08:00 horas, apostos, dezenas de fieis, aguardavam o inicio das celebrações, no entorno da praça, onde fora montado um altar. Toalhas vermelhas cobriam a mesa da celebração e a mesa da Palavra, folhas de palmeiras e vasos de outros ramos faziam parte da decoração. Padre Wendel Quintino da Silva, paramentado também com a cor que lembra o martírio, deu inicio ao encontro recordando que nas cinco semanas da Quaresma preparamos nossos corações pela penitencia e pela caridade e que naquele momento ali estávamos para iniciar, com toda a Igreja, a celebração da Páscoa.

            O padre, depois de breve saudação, proclamou o Evangelho de São Lucas, o capítulo 19, dos versículos 28 a 40, que narra “a caminhada de Jesus a Jerusalém, tendo à frente os discípulos e que nas proximidades de Betfagé e Betânia, perto do monte das Oliveiras, Ele envia dois de seus seguidores até ao povoado para providenciar-Lhe um jumentinho, no qual, montado, o Mestre faz sua entrada em Jerusalém. Quando Jesus se aproximava da descida do Monte das Oliveiras, a multidão, cheia de alegria, começou a louvar a Deus por todos os milagres que tinha visto”.

            Padre Wendel fez sua homilia lembrando que o mesmo povo que com ramos de oliveira aclamou a Jesus, no Domingo de Ramos, em sua magnífica entrada em Jerusalém, dias depois gritava: Crucifica-O, crucifica-O! Celebrando com fé e piedade a memória desta entrada, sigamos os passos de nosso Salvador, para que, associados pela graça à sua cruz, participemos também de sua ressurreição e de sua vida, acrescentou o padre. Na seqüencia  ele ministrou a Bênção dos Ramos, aspergiu toda a assembléia  e disse:  Saudemos pois, com hosanas o Filho de Davi! Formemos duas filas, e caminhemos até à Matriz.

         Gostaria de lembrar que procissão é diferente de manifestação, quando sai às ruas, aquele amontoado de pessoas, exortava-nos o padre.  Então, os fies  – como de costume – formaram duas fileiras, com os Ministros Extraordinários da Eucaristia e da Palavra e o padre no meio; todos com seus ramos, entoavam com o coral, cânticos de júbilo: Hosana ao Filho de Davi. Bendito o que vem em nome do Senhor! Rei de Israel, Hosana nas alturas! Dessa forma, o povo seguiu em procissão até a Matriz São Sebastião, onde o padre rezou Missa solene.

Padre Wendel celebrou outra Missa na Matriz, às 19:00 h, e deu a Bênção dos Ramos, no pátio da Matriz, para muitos que gostariam de ter participado das solenidades pela manhã, e não o fizeram em função de suas atividades.   

Fernando M. Ribeiro

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags