Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

NA HÓSTIA CONSAGRADA ESTÁ PRESENTE O PRÓPRIO CRISTO

CORPUS CHRISTI: NA HÓSTIA CONSAGRADA ESTÁ PRESENTE O PRÓPRIO CRISTO

     A festa de Corpus Christi originou-se a partir das visões da Irmã Juliana de Mont Cornillon, agostiniana,, nascida em Liége, na Bélgica, em 1193. Com apenas 17 anos de idade começou a ter visões, nas quais Jesus pedia uma festa anual para agradecer o Sacramento da Eucaristia. Em 1231, aos 38 anos, Irmã Juliana confiou esse segredo ao Cônego Tiago Pantaleão.

     Em 1261 ele foi eleito papa e adotou o nome de Urbano IV. Antes de sua morte, escreveu a Bula Transiturus, em 1264, instituindo a Festa de Corpus Christi, para ser celebrada na quinta-feira após a Festa da Santíssima Trindade. A quinta-feira foi escolhida porque a Eucaristia foi celebrada por Jesus neste dia, na véspera de sua Paixão, na sexta feira.

     O decreto de Urbano IV teve pouca repercussão devido à sua morte, mas algumas Igrejas adotaram a festa, como a diocese de Colônia, na Alemanha. Porém, Corpus Christi tornou-se uma festa universal 50 anos depois, quando o Papa Clemente confirmou a Bula de Urbano IV nas Constituições Clementinas do Corpus Júris, tornando a Festa da Eucaristia um dever canônico mundial.

     Antes de tudo isso acontecer, no século XI, surgiram questionamentos sobre a presença real de Cristo na Hóstia Consagrada e o povo cristão reagiu intensificando as formas de devoção e adoração. As devoções eram centralizadas nas relíquias dos santos e, para atrair devoção para a pessoa de Jesus, a Igreja favoreceu-se dessa festa. Assim, os ostensórios com a hóstia consagrada, considerada uma “relíquia” de Jesus, substituíram os relicários e foram apresentadas ao povo para adoração.

     A Bíblia não apresenta a Eucaristia como um mero “símbolo” do Corpo de Cristo. Na hóstia consagrada está presente o próprio Cristo, em corpo, sangue, alma e divindade. Olhar para Jesus no Sacramento do Altar nos dá a consciência de que somos amados por Deus e passamos a reconhecer os sinais desse amor em nossa vida.

Padre Reginaldo Manzotti

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags