Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

19 DE JULHO: DIA DO FUTEBOL -  DEVASSA NA CBF

     O castelo de areia da CBF começou a ruir cerca de oito meses depois de deflagrada a operação do FBI contra a corrupção no futebol. Naquela ocasião, o presidente José Maria Marin acabou preso, assim como outros membros do alto escalão da Fifa.  Desde então, uma sombra rondava Marco Polo Del Nero, sucessor no cargo.

     Investigado pela CPI do Futebol na Câmara dos Deputados e sob pressão da Justiça dos Estados Unidos e co Comitê de Ética da Fifa, Del Nero acabou se licenciando. Agora ele terá 180 dias para se defender e o faz sem ter a menor expectativa de retorno ao cargo.

     Del Nero é quem ficou menos tempo à frente da entidade, mas garantiu a indicação de seu substituto, o deputado federal Marcus Vicente (PP – ES), que enfrentou denúncias de irregularidade durante boa parte das mais de duas décadas (1994-2015) em que presidiu a Federação de Futebol do Espírito Santo.

     O histórico da CBF nas ultimas décadas é problemático. Desde a gestão de Ricardo Teixeira (1989-2012), a entidade se envolveu em denúncias de irregularidades que vão desde favorecimento na negociação de direito de transmissão até a compra de votos para a realização de eventos como a Copa do Mundo.

     Todos os sucessores de Teixeira – Marin, Del Nero e, agora, Vicente – fizeram parte de sua gestão e reforçaram as políticas praticadas pelo cartola, tanto na seleção brasileira quanto no relacionamento com os clubes.

    Com o nascimento do Bom Senso Futebol Clube e da Primeira Liga,  além da crise política na entidade, já não é mais possível que a CBF continue parada no tempo. Existem demandas que precisam ser corrigidas, como o monopólio na transmissão dos jogos por exemplo. A devassa na CBF pode ser o pontapé inicial para a modernização e moralização do futebol brasileiro.

     Jornal O Tempo – BH - 2015

        Matéria veiculada pelo Jornal O Tempo – BH. Foi o Editorial de 07 de dezembro de 2015. Veja você, quanto tempo se passou e as coisas não mudaram muito no mundo do futebol brasileiro. A CBF continua a mandar e desmandar, o calendário esportivo agora tem jogos quase todos os dias – segunda-feira, quarta, quinta, sábado e domingo – e reclamam da ausência do público aos estádios, os clubes perdem dinheiro com esses jogos deficitários, participam de três ou quatro competições simultâneas, reclamam dos campeonatos estaduais e continuam na mesma prática de jogar para “meia dúzia de pessoas”. O Bom Senso F C e a Primeira Liga ainda conseguem conter um pouquinho a voracidade dos lobos da CBF. Mas, para falar a verdade, de fato, pouca coisa mudou por aqui.

     Ouvi ontem no jornal Nacional da rede Globo, que na Espanha, foi pedida a prisão de Ricardo Teixeira. que se encontra no Brasil. Acho que dificilmente ele será detido pois o "lobo" se encontra aqui no Brasil. - país da impunidade -

      Estamos em dívida com nossos leitores em relação ao esporte, ao futebol principalmente. Com as redes sociais essas notícias chegam aos borbotões e, você que se interessa pelo assunto certamente acompanha. Nossos colaboradores - colunistas esportivos - desistiram de escrever sobre o esporte bretão. Se você deseja se manifestar sobre o assunto, envie-nos a sua colaboração para o www.portalnovotempo@hotmail.com.

Fernando M. Ribeiro

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags