Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

January 22, 2020

Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

ENTREVISTA COM O PRESIDENTE DO PRÓ-MORADIA

      Volto a falar do projeto Pró-Moradia, cujo fundador é o nosso saudoso Padre Tiago Prins, muito conhecido dos cachoeirenses, pois ele foi pároco aqui na década de 90 (1991-1994) e tinha como objetivo construir também em Cachoeira Alegre casas populares nos mesmos moldes que fez em Muriaé, mas o projeto não vingou. Contudo, o saudoso padre realizou trabalhos importantes. Foi na sua gestão que construímos o MAS (Museu de Arte Sacra), foi atendendo a um pedido seu que um grupo assumiu a administração do Cemitério Bom Pastor, que estava abandonado, com a documentação cadastral dos jazigos perdida, a necessidade de se fazer cem por cento dos cadastros, ampliar o Cemitério e outras obras urgentes.

     Pois bem. Foi muito gratificante o convívio com o padre, porque além de motivador, ele dava liberdade para aqueles voluntários que desejavam de fato trabalhar. Assim, além de ter sua acessoria na Paróquia de Cachoeira Alegre, pude participar também como voluntário, no início do Projeto Pró-Moradia, em companhia do xará Fernando Dias, quando nossas reuniões e celebrações eram realizadas num Barracão de Bambus, com teto de amianto, mesa e bancos rústicos, em chão batido de terra. Ali, muitas vezes nos reunimos para celebrar, cantar, rezar e louvar o nosso Deus Criador pelas maravilhas que opera na nossa vida, na vida de toda comunidade e de todos que Nele buscam amparo. Com o passar do tempo, por motivo de força maior, não pude dar seqüência ao trabalho, mas como sabemos, o projeto deu frutos saborosos como a construção de dois bairros de casas populares em Muriaé.

    Nesse mês, ao completar 25 anos de trabalho, os moradores se reuniram na Igreja do bairro, para uma festa e, quem ministrou a solene Eucaristia, foi o Padre Valentim, com uma belíssima celebração. Mas, para falar um pouco mais do projeto, explicar a situação do programa atualmente e, o desafio de manter o projeto na falta de seu líder, - Padre Tiago – que há sete anos nos deixou, o presidente do Pró-Moradia; Fernando Dias conversou com o Portal Novo Tempo.

 

Portal NT: Nos conhecemos há quase quatro décadas, quando nos reuníamos para rezar o terço nas casas com sua família, seus pais e irmãos e posteriormente o acompanhei nas celebrações no bairro Marambaia, bem no início do projeto e sei que continua à frente desse trabalho que é estimulante, mas também desgastante. Qual o maior desafio?

 

Fernando Dias: Nosso maior desafio é dar seqüência ao projeto do Padre Tiago. Substituí-lo, jamais, mas ele tem nos inspirado. A caminhada que tivemos com ele durante 18 anos, foi de aprendizado, de como fazer esta caminhada sozinhos. Hoje podemos falar que continuamos seguir a obra dele, porque o padre Tiago foi um mestre que nos ensinou tudo o que precisávamos para dar continuidade à sua obra.

 

Portal NT: São sete anos de ausência de Padre Tiago. Mesmo tendo assimilado sua lição, não deve ser fácil tocar um projeto desse porte. Como estão as coisas hoje?

 

Fernando Dias:

Atualmente são 22 famílias, que trabalham na diretoria, na organização do Pró-Moradia, e o hoje, o projeto (a aquisição do material de construção e outros) sobrevive com doações de Muriaé. São empresários e diversos voluntários que se doam para a manutenção do projeto.

 

Portal NT: O projeto ainda recebe ajuda do exterior, mais precisamente a Holanda ainda destina alguma verba para investir no projeto?

 

Fernando Dias: Sim. Eles nos ajudam na aquisição dos terrenos. Essa parceria ainda permanece. À medida que vamos ocupando os espaços com a edificação das casas; eles vão doando mais terras. Terreno não é a nossa preocupação no momento.

 

Portal NT: E qual seria a preocupação, ou a maior dificuldade no momento?

 

Fernando Dias: No momento nossa grande preocupação é com a manutenção das construções. Ainda temos uma área grande a ser construída – na divisa do bairro Padre Tiago com o bairro Santa Laura – ou seja, dispomos ainda de uma grande área para se construir moradias, precisamos renovar nossas forças para dar continuidade para mais 25 anos.

 

Portal NT: O jornal está sempre divulgando o trabalho do Pró-Moradia, assim como os eventos, os bingos, as rifas, os telefones e o endereço de contato para quem deseja fazer sua doação ou se envolver com o projeto. Deixe aqui o seu recado.

 

Fernando Dias: Que as pessoas olhem por esse projeto, pois, é grande ainda a demanda de pessoas sem um teto e sem as mínimas condições de adquiri-lo. Com a sua ajuda podemos amenizar o sofrimento de muitas famílias e tornar realidade para elas o sonho da casa própria. Nos procure em nosso escritório ou na Matriz São Paulo. Com 20, 30, 50 reais, - o que o seu coração mandar – você pode se tornar um doador através de um carnê do Pró-Moradia, que pode ser pago nas Casas Lotéricas ou nas agencias do Banco do Brasil. Dessa forma, - quando auxilia os menos favorecidos -  você estará contribuindo também para a construção do Reino de Deus, concluiu Fernando Dias,  presidente do Pró-Moradia.

Fernando M. Ribeiro

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags