Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MOBILIZAÇÃO POPULAR APÓS O ASSASSINATO DE MANUELA NA RUA SÃO PEDRO

September 4, 2017

     Grito em favor da Paz, grito contra a violência, grito contra a guerra. É preciso de alguma forma se manifestar para fazer cessar essa onda de violência que vem se arrastando e assustando as pessoas de bem dessa cidade. Será que a Paz se conquista no grito? Falta evidentemente, educação e uma série de outras coisas que nem vou enumerar para não parecer discurso de político mal-intencionado. Falta Deus na vida das pessoas, falta fé, esquece-se que a vida na terra é transitória, é uma escalada para Deus. Assim, tudo o que fazemos deve está carregado de amor, seja no nosso trabalho, nas nossas palavras, nos nossos gestos que devem edificar sempre. Não há outro caminho que nos traga a plenitude da vida senão Deus. Só n’Ele a encontramos.

       Muita gente compareceu para participar de uma manifestação pela Paz nesta quarta-feira em Muriaé. Desta vez na Praça São Paulo, onde esteve presente um público bastante variado: crianças, jovens, idosos, inclusive alunos e pais da escola Dr. Antônio Canêdo. A intenção era fazer pronunciamentos sobre a (in) segurança em Muriaé (é a sensação sentida nos últimos meses) e em seguida dar uma volta no entorno da Praça São Paulo ou mesmo caminhar até a Praça João Pinheiro.

  

 “Toda a terra cantará eternamente a criação e se o homem se calar até as pedras falarão”. Por isso, nós humanos, homens e mulheres não nos calaremos diante da violência, diante das injustiças, diante da degradação a que está ameaçada a nossa sociedade, nosso País e, de modo estúpido e angustiante a nossa Muriaé. Os números da violência são elevados na terra de Constantino Pinto. A cidade figura entre as mais violentas do Estado de Minas. Não soube dizer-nos exatamente, qual posição ela ocupa, um vereador do município, com quem o Novo Tempo conversou durante a manifestação.

     Representando vários segmentos da sociedade muriaeense, autoridades, radialistas e populares se reuniram exatamente no local onde a médica veterinária foi assassinada na quarta-feira (30), durante um assalto. O objetivo é pedir mais segurança, mais cobrança, mais participação popular, mais esforço dos órgãos públicos e mais recursos para o setor de segurança. A iniciativa desta manifestação foi do advogado e comentarista esportivo Fábio Braga. 

     Vários pronunciamentos foram feitos e mesmo quem não era da família ou até mesmo não conhecia a vítima, se sentiu muito emocionado em falar de Manuela e ao mesmo tempo, indignado com a violência presente na cidade de Muriaé. A onda de assalto que já dura vários dias também foi lembrada.

Fotos silvanalves.com 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags