Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

January 22, 2020

Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

OBSERVAÇÕES NUMA MADRUGADA

September 4, 2017

SABE QUE DIA É HOJE E QUE HORAS SÃO AGORA?

     Quatro de setembro, madrugada de segunda feira, são duas horas e 23 minutos da madrugada. Eu estava a escrever alguma matéria para a edição de setembro do Portal Novo Tempo. Aqui, tudo é silencio, ouço algum ruído próprio dos hospitais como, o ir e vir dos enfermeiros, o movimentar-se  das macas... Ao contrário de noites anteriores, hoje não ouço vozes nos corredores nem os insistentes gemidos de um paciente, leito número..., quarto próximo ao nosso. O inconveniente, mas necessário telefone quebra o silêncio de vez em quando.

     

 

Conceição tem tido alucinações, não sei se em função do uso de tanto medicamento ou se por falta de algum deles. Vez ou outra ela diz algo - desconexo - que nem sempre consigo desvendar. Tento entender e sempre a atendo com solicitude, carinho e paciência com o objetivo de ajudá-la a manter-se calma, mas nem sempre entendo o que diz. Na maior parte do tempo, ela está lúcida. Mais cedo disse a ela em tom de brincadeira, para ficar boa logo, para irmos ao show da Anita no Parque de Exposições e, ela sorriu.

     Não devo dormir essa noite. Não que ela dê trabalho, mas é minha função velar o seu sono, estar disponível o tempo todo, estar atento a todo momento, acompanhando a cada incursão do enfermeiro a esse quarto. Sei que as quatro da manhã, eles virão para colocar mais um frasco de soro. Deve ter mais ou menos uns vinte minutos que fizemos nebulização. Vou parar de escrever e apanhar o livro de Júlio Verne, “O Castelo dos Cárpatos”; que estou lendo e talvez eu ainda vire algumas páginas nessa virada da noite.  Êpa! A senhorinha começou a gemer, a reclamar suas dores com os seus ais, isso me desconcentra; vou fazer uma oração por ela, para que Deus amenize suas dores, enquanto fico aqui com as minhas.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Para sempre seja louvado!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags