Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

OS SANTOS DO MÊS

08 DE SETEMBRO: NATIVIDADE DE NOSSA SENHORA

        Um dia muito rico na Liturgia da Igreja Católica: Celebra-se o nascimento de Maria. Por desígnio divino, ela é a escolhida do Pai para ser a Mãe do Salvador. Não cabe a nós, em nossa razão tão pequena, querer decifrar o mistério de Deus: Ele a escolheu por sua livre vontade e decisão. A nós, cabe, acolher o que vem de Deus. Por isso, damos graças ao Pai pelo nascimento daquela que foi concebida sem pecado algum. Ela é modelo que devemos seguir, para cumprir o que Deus reservou para nós. A Igreja celebra com alegria o nascimento da Virgem Maria: por ela nos veio o Sol da justiça, o Cristo nosso Deus.

 

14 DE SETEMBRO: EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

        O mistério da Cruz é mistério redentor. O sofrimento de Cristo é força que conduz à ressurreição. Ele, em sua plena doação de amor, alcançou para a humanidade inteira a salvação. Sua morte tornou-se vida para nós, por ter cumprido até o fim a fidelidade ao Pai. O cristão tem por vocação ser vida no mundo. Por isso, a morte não tem lugar no coração que serve e que ama. Assim, quando fizermos o sinal da cruz lembremo-nos daquele que nos deu a vida e a vida que também devemos dar aos outros.

 

15 DE SETEMBRO: NOSSA SENHORA DAS DORES

        Celebrar Nossa Senhora das Dores é celebrar seu amor maternal sempre presente na vida dos sofredores. Ela é consolo inefável. O povo partilha com Maria a dor, o sofrimento do Cristo. No alto da Cruz, Maria está em pé, pois quem é fiel não esmorece nunca, por maior que seja a dor, por mais difícil que seja o que estivermos passando. Há muitas dores provocadas pela maldade dos homens: injustiças, violências, corrupção e outras formas de morte. Em Cristo está a vida verdadeira e a superação de toda dor por sua ressurreição.

 

26 DE SETEMBRO: SÃO COSME E SÃO DAMIÃO

        São Cosme e São Damião são dois santos muito bonitos, pela ação deles junto do povo. Afirma a tradição que eram médicos e irmãos gêmeos. São conhecidos como o “não cobradores”, pois a única coisa que exigiam de seus pacientes era que lhes deixassem falar por uns instantes de Jesus Cristo e de seu Evangelho. Tinham mais atenção para com os pobres. Sofreram o martírio na cruel perseguição de Diocleciano, no ano 303. Pensemos, pois, o quanto podemos fazer de bem para os outros e para o Reino.

 

29 DE SETEMBRO: ARCANJOS S. GABRIEL, S. MIGUEL E S. RAFAEL

        Com a Igreja, celebramos jubilosos os mensageiros e protetores do povo de Deus: Miguel (Quem como Deus?), Gabriel (Força de Deus) e Rafael (Deus curou). Somos peregrinos na terra, mas na Liturgia associamo-nos à multidão de anjos e santos que louvam sem cessar o Senhor, nosso Deus. Nossa esperança é estar, um dia, junto deles, bendizendo o Senhor. Mas, para que isso se realize, é preciso acolher e viver o Evangelho do Senhor em nossa vida. Celebremos com fervor os Arcanjos do Senhor, e sejamos também mensageiros de seu amor. Estejamos atentos ao chamado do Senhor, que nos convida todos os dias para o seguimento dele.

     Se você deseja conhecer um pouco mais sobre Anjos, Arcanjos, sobre essa hierarquia e o que fazem eles; leia nesse portal a coluna “Anjos de Deus” que sai a cada edição e verás a riqueza que é poder contar com a atuação dos Anjos de Deus na nossa vida.

 

30 DE SETEMBRO: SÃO JERÔNIMO

        Há evidentemente outros santos desse mês. Contudo, não mencionamos todos eles. Destacamos os mais populares, já que não se pode dizer os mais importantes; visto que todos eles alcançaram a santidade e têm importância igual para Deus. Para encerrar o mês da Bíblia, não poderia deixar de destacar o grande São Jerônimo.

         É justo e digno celebrar São Jerônimo por seu grande amor à Sagrada Escritura. Nascido por volta do ano 340 e batizado aos vinte e cinco anos de idade, era austero, leal e de personalidade forte. Trabalhava, jejuava e sempre vigilante na oração, esforçava-se para dominar a si próprio. Mas, Deus contava com ele: homem muito culto, traduziu a Bíblia para o latim, que chamamos de Vulgata. É conhecida sua afirmação: “Ignorar as Escrituras é ignorar o próprio Cristo”. Aprendamos a amar a Palavra do Senhor e neste Dia da Secretária, elevemos a Deus uma prece em seu favor, para que seja fiel ao Senhor.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags