Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

CACHOEIRENSES TEM POEMA PUBLICADO NO LIVRO DE ANTOLOGIA POÉTICA 2017

October 16, 2017

         É com alegria que recebi o comunicado de que havia me classificado com o poema “O Último Drink”, para o Prêmio Sarau Brasil 2017. Esse poema faz parte de um Livro de Antologia Poética. Do Concurso Nacional Novos Poetas – Sarau Brasil 2017, concorreram 1176 inscritos e tive a felicidade de ter o meu poema classificado e assim ser um dos poetas que compõem o Livro. A alegria não para por aí, pois soube logo depois que, também o sobrinho e afilhado Rodrigo Ribeiro Mançor havia se classificado com o poema “Tempestade de Verão” e também faz parte do Livro Antologia Poética. Ele que recentemente lançou seu primeiro livro de poesias, tem a honra de fazer parte como um dos poetas do Sarau Brasil 2017.

        

  “Neste novo mundo de constantes mudanças e alta velocidade da informação, a poesia nos serve de fuga em oposição ao lugar comum. Na obra, Antologia Poética, Sarau Brasil 2017, os novos poetas nos apresentam as suas novas formas e conteúdo. O merecido lugar de destaque da boa poesia disponível ao público leitor. A beleza da arte poética para vermos o mundo de novos e variados ângulos.  Nesta obra a poesia não tem limites, as pedras podem falar e a Lua é remédio para os enamorados. Um verso simples subverte o significado de uma palavra, uma frase. O verso como violação do senso comum”.

        Considerando que a obra poética literária é sempre reveladora do ser humano e suas relações com o meio, o Livro traz algumas expressões poéticas atuais que vão além do exercício particular da escrita poética e nos mostra algumas inter-fronteiras para a compreensão do mundo em que vivemos e as nossas relações. A obra traz o ineditismo da nova poesia e, em certa medida rompe com a tradição literária, sem que para isso reivindique um novo modelo. Liga o discurso poético com a fala da cultura popular do Brasil. É a voz do nosso tempo, celebrada pelo exercício da escrita e a liberdade da arte. Uma afirmação da inteligência artística brasileira e da consciência criativa. (Isaac Almeida Ramos).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
<