Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

A CAMINHO DO PAI – O Purgatório - NOSSAS ORAÇÕES: UM MEIO FÁCIL

        Um movimento do coração, um olhar para o céu em sua lembrança, um suspiro de piedade, um pensamento de compaixão, os nomes de Jesus, Maria e José pronunciados com devoção em favor das almas, diminuem certamente suas penas. Custa-nos muito pouco sufragar os defuntos. Somos obrigados a certas orações, a participar das Missas aos domingos, e aproximarmo-nos dos sacramentos, a perdoar nossos inimigos. Tudo isso é aceito por Deus e serve para o alívio delas.

     E os males do dia a dia? A fadiga do trabalho, as doenças, as humilhações, a tarefa de suportar os que nos rodeiam, os problemas, tudo isso pode servir para expiar os pecados das almas. E de que sofrimentos são aliviados os finados!

     Dizia São Francisco de Sales: “Vós que chorais inconsoláveis a perda de vossos entes queridos, eu não vos proíbo de chorar, não. Mas procurais adoçar as vossas lágrimas com o suave bálsamo da oração, que pode concorrer para as aliviar”.

     A oração de Marta e Maria leva Jesus a ressuscitar Lázaro. Nossas preces pelos mortos hão de tirar as pobres almas daquele estado em que se encontram. Poupai lágrimas, dizia São João Crisóstomo, pelos defuntos e dai-lhes mais orações. E Santo Ambrósio concluiu: “É preciso assisti-las com orações. Melhor rezar por elas do que chorá-las”.

     Nosso Senhor fez ouvir essas palavras a Santa Gertrudes: “ Muitíssimo grata me é a oração pelas almas do purgatório, porque por ela, tenho ocasião de libertá-las das suas penas e introduzi-las na glória eterna”.

     Os testemunhos encontrados nas vidas dos santos, provam claramente as vantagens das orações que se fazem pelos mortos! (São João Damasceno). Santa Tereza dizia que tudo obtinha por intermédio das almas dos fiéis. Quando quero obter com certeza uma graça, diz Santa Catarina de Bolonha, recorro a essas almas que sofrem, a fim de que apresentem a Deus o meu pedido, e sempre me é concedida a graça.

    

NOSSOS SACRIFÍCIOS

     O sofrimento junto com uma prece tem uma eficácia extraordinária para se obter de Deus todas as graças. Aliviemos o sofrimento das almas do purgatório, diz São João Crisóstomo, com tudo que nos mortifica. Deus aplica aos mortos os méritos dos vivos. Por aqueles que amais, sacrificai o que tendes de mais caro. Sacrificai-vos a vós mesmos. Ah, vejo essas almas felizes elevarem-se para o céu, nas asas de nossos sacrifícios, de nossas austeridades e sofrimentos, é o que diz o padre Belioux.

 

O PODER DA ORAÇÃO E A PROPAGAÇÃO DA DEVOÇÃO ÀS ALMAS

     O Padre Jacques Monfort, S.J., escreveu um livro sobre a caridade para com as almas, fê-lo imprimir em Colônia, por Guilherme Freysisen. Tempo depois, ele recebeu uma carta do editor na qual narrava que seu filho e sua esposa tinham adoecido gravemente. Os médicos já tinham perdido as esperanças, e pensavam nos funerais. Fui à Igreja e prometi distribuir cem exemplares do citado livro entre os padres, a fim de lhes lembrar quanto se devem interessar pelos falecidos. No mesmo dia os doentes tiveram melhoras acentuadas e poucos dias depois estavam perfeitamente curados e tão sãos que o acompanhara à Igreja para agradecer a Deus tanta misericórdia. Promete, pois, em suas dificuldades, propagar a devoção às santas almas e elas saberão ser gratas e o ajudarão.

OBS: Na próxima edição, falaremos da Via Sacra, o Rosário e as Esmolas em sufrágio das almas.

Associação Maria Rosa Mística

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags