Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MISSA DA SANTÍSSIMA TRINDADE NA MATRIZ SÃO SEBASTIÃO EM CACH

     Padre João Pedro de Melo celebrou nesse domingo na Matriz São Sebastião em Cachoeira Alegre às 09 h, a Missa da Santíssima Trindade. Nossa vida pode ser centrada na Santíssima Trindade. Vamos conhecer um pouco mais sobre esse grande mistério da fé católica nessa interessante matéria assinada por padre Francisco Sehnem.

     A Festa da Santíssima Trindade celebra o grande mistério da fé católica: a Trindade Divina, una na substancia e três nas pessoas. É celebrada no primeiro domingo depois de Pentecostes. A festa foi instituída por Estêvão, Bispo de Liége, Bélgica, no século VIII e reconhecida definitivamente no século XIV pelo Papa João XXII.

     O Antigo Testamento nos revela que Deus é um só: “O Senhor nosso Deus é um só”! (Deuteronômio 6-4). Também Isaías escreve: “Eu sou o Senhor e não há outro; fora de mim não existe Deus”. (Isaías 45-5). Mas Jesus nos revelou o grande mistério de nosso deus: “Fazei discípulos meus todos os povos, batizando-os em nome do Pai, Filho e Espírito Santo”. (Mateus 28-19).

     Nem sempre o mistério da Trindade foi entendido na Igreja e pelo povo de Deus. Ela estava presente no sinal da santa Cruz e na pequena oração do Glória ao Pai, mais no âmbito teológico, intelectual. Já na teologia horizontal, a Trindade era o centro de atenção, amor e adoração.

     Não é possível conviver comunhão com Deus sem deixar-se possuir pelas Três Divinas Pessoas. Mas a partir do Concílio Vaticano II, houve o regate da presença da Trindade. “Tudo surge da Trindade e tudo volta à Ela, fonte e centro de toda fé. Na Trindade encontramos nosso lugar aonde somo amados. Os sacramentos nascem da Trindade, a vida religiosa tem sua casa nela, a pastoral familiar a contempla” (Frei Patrício Sciadini).

     Nossa vida pode ser centrada na Santíssima Trindade. Basta fazer tudo o que se faz dentro da vontade de Deus, “por Cristo, com Cristo e em Cristo, a Deus Pai, na unidade do Espírito santo”. Quando você traça o sinal da Cruz, está unindo o mistério da Trindade com aquele da redenção. Os dois mistérios principais da fé num gesto simples que aprendemos desde criança.

     A celebração da Santíssima Trindade nos fala do ser de Der. Um e único, e, entretanto, em três pessoas iguais e idênticas, ao mesmo tempo distintas naquilo em que se diferem uma da outra. Um Deus em síntese, Uno e Único, indivisível, imutável, eterno e infinito, e que, no entanto, são Três pessoas, cada uma com a eternidade, com a unicidade e perfeição. É onde podemos chegar com o nosso conhecimento ao Mistério da Santíssima Trindade.

     Quem nos revelou, Jesus, o Cristo, o verdadeiro rosto de Deus foi o Filho, o Verbo Encarnado que nos mostrou que Ele e o Pai são um só. (João 10-30). Ele, como Deus feito homem, podia revelar o Mistério de Deus, mesmo que permaneça ainda um mistério para nós.

Pe. Francisco Sehnem

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags