Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

January 22, 2020

Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MURIAÉ ESTÁ EM FESTA: É DIA DO PADROEIRO

June 29, 2018

         Hoje, a Igreja católica celebra o Dia do Papa e unidos pela coroa do Martírio; Pedro e Paulo. Cristo deseja que seu Evangelho seja plenamente anunciado e chegue a todos os povos. Porém, sua Palavra é revolucionária: incomoda, propõe justiça, fraternidade e não aceita iniquidade, nem injustiças.

     Os anunciadores do Evangelho de ontem de hoje, enfrentam adversidades, e às vezes, são até perseguidos. Mas, a fé em Cristo não os deixa desanimar. E Deus os protege e dá-lhes o necessário para que permaneçam firmes e fiéis. Nesse sentido São Pedro e São Paulo, essas duas colunas da Igreja, muito contribuíram com o projeto de Deus.  Celebremos, pois com fervor esses dois Apóstolos.

    O padroeiro da cidade de Muriaé é São Paulo, por isso a Paróquia São Paulo, no centro, preparou uma programação para reunir os fiéis em torno desse evento. Além da novena que vem atraindo muitos fiéis à Igreja-matriz, em honra ao santo, hoje pelas 9h, da manhã uma grande carreata percorreu algumas ruas dos principais bairros da cidade, com a imagem de São Paulo em um carro do Corpo de Bombeiros.

       Chegando ao pátio da matriz, com uma grande queima de fogos, o santo e motoristas que participaram da carreata, foram saudados. Às 10h, O bispo diocesano Dom José Eudes celebrou Missa solene para uma multidão de fiéis. Ao meio dia, uma suculenta feijoada foi servida no Salão do Cepaspe. É a tradicional Feijoada do Padroeiro.

        Às 19h, outra missa foi celebrada na Matriz São Paulo e após a celebração todos se concentraram no pátio da Matriz, onde houve o Casamento do Jeca, a dança da quadrilha, música ao vivo e a boa gastronomia da culinária mineira.

        Assim chegou ao final de mais um mês de junho, de mais uma edição do Portal Novo Tempo, de mais uma vitória do Brasil, torcendo e acreditando que a seleção canarinho chegue às oitavas de final. aprendemos com o velho lobo Zagalo, que se dá um passo de cada vez. Enquanto o próximo jogo não vem, vou preparar o Editorial da Edição de julho desse jornal eletrônico.

Fernando M. Ribeiro

   

                                           DIA DE SÃO PEDRO E SÃO PEDRO

       Estes santos são considerados “os cabeças dos apóstolos” por terem sidos os principais líderes da Igreja Cristã Primitiva, tanto por sua fé e pregação, tanto como o ardor e o zelo missionários.

       Pedro, que tinha como primeiro nome Simão, era natural de Betsaida, irmão do Apóstolo André. O pescador foi chamado pelo próprio Jesus e, deixando tudo, seguiu ao Mestre, estando presente nos momentos mais importantes da vida do Senhor, que lhe deu o nome de Pedro.

       Em princípio, fraco na fé, chegou a negar Jesus durante o processo que culminaria com Sua morte por cruxifixão. O próprio Senhor o confirmou na fé após Sua Ressurreição (da qual o apóstolo foi testemunha), tornando-o o intrépido pregador do Evangelho através da descida do Espírito Santo de Deus, no Dia de Pentecostes, o que o tornou líder da primeira comunidade.

       Pregou no dia de Pentecostes e selou seu apostolado com o próprio sangue, pois foi martirizado em uma das perseguições aos cristãos, sendo crucificado de cabeça pra baixo a seu próprio pedido, por não se julgar digno de morrer como seu Senhor, Jesus Cristo. Escreveu duas Espístolas e, provavelmente, foi a fonte de informações para que São Marcos escrevesse seu Evangelho.

       Paulo, cujo nome antes da conversão era Saulo ou Saul, era natural de Tarso. Recebeu educação esmerada “aos pés de Gamaliel”, um dos grandes mestres da Lei na época. Tornou-se fariseu zeloso, a ponto de perseguir e aprisionar os cristãos, sendo responsável pela morte de muitos deles.

       Converteu-se à fé cristã no caminho de Damasco, quando o próprio Senhor Ressuscitado lhe apareceu e o chamou para apóstolos. Recebeu o batismo sobre o Espírito Santo e preparou-se para o ministério.

       Tornou-se um grande missionário e doutrinador, fundando muitas comunidades. De perseguidor passou a perseguido, sofreu muito pela fé e foi coroado com o martírio, sofrendo morte por decapitação. Escreveu treze Epístolas e ficou conhecido como o “Apóstolo dos Gentios”.

Fernando M. Ribeiro

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags