Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

SOMOS ETERNOS APRENDIZES

June 25, 2018

         Estou retornando de Cachoeira Alegre, depois de alguns dias em companhia de meus pais, que já idosos, necessitam ainda mais da presença dos filhos. Além de um dever de filho, que é cuidar dos pais, é, para mim, uma enorme satisfação estar com eles. Atendê-los em suas limitações, acompanhá-los, servi-los, ouvi-los... Essa convivência é algo de extraordinário. Uma vez aposentado, posso dedicar muito do meu tempo para eles. E assim posso ouvir seus relatos, novas e velhas histórias, causos já contados que se repetem e, é uma delícia tudo isso.

       Como se aprende com os idosos, quanta sabedoria acumulada ao longo dos anos. Ele, senhor Joaquim Ribeiro Gouvêa; ela, Zuleika Rogel Ribeiro; 96 e 87 anos de idade respectivamente, lúcidos e em sintonia com a vida. Assistem juntos os jogos do Brasil na Copa, assim como os do Flamengo, rezam juntos, vão à Missa juntos, caminham pelo quintal observando as flores de seu jardim e as plantas de seu pomar que prometem frutos, mas que as formigas insistem em cortá-las, em aniquilá-las, com suas tesouras afiadas, na calada da noite.

       Descobri, lá em baixo, próximo à cerca que margeia o Córrego Rico, buracos de formigas e combatê-las é preciso. Estive lá, outro dia, já ao entardecer e coloquei o veneno, disse meu pai, na manhã de ontem. Mas, isso não é o suficiente, elas são eficazes. Perseverantes, abrem outros buracos e dão sequência à sua atividade de cortar aquilo que elas não plantaram. Acompanhar essa trajetória, descobrir a rota desses insetos é, por vezes, desgastante. Até admiro a persistência, a dedicação ao “trabalho”, ao empenho, à forma como se comunicam, a liderança que exercem umas sobre a outra. É uma lida diária e cansativa; a minha e a delas.

       Queira Deus que não seja inglória essa nossa luta. Diante de tanta eficiência, as formigas são mesmo uma ameaça aos canteiros de rosas e azaleias e antúrios de minha mãe e aos abacateiros, limoeiros, laranjeiras e outras árvores frutíferas de meu pai.

        Estar em Cachoeira Alegre, é um pouco isso: participar dessas atividades e colocar em prática outros projetos como agora por exemplo, quando estou construindo uma Capela para abrigar as muitas imagens que temos. Para abrigar-nos também e a todo aquele que desejar também fazer lá, sua prece, sua oração.

       A convite de Darlan e Walkíria, que adquiriram antecipadamente os ingressos, para juntos, assistirmos no teatro Belmira Vilas Boas, o musical CAZUZA. A casa recebeu um bom público nas duas cessões. GUILHERME DE SOUZA subiu ao palco e “mandou ver”, interpretando as belíssimas canções desse extraordinário menino, que tão precocemente nos deixou, mas seu legado permanece. No palco estiveram também BRUNA MORENO e outros convidados.

      . Ao final da apresentação, um pequeno texto foi lido em forma de discurso, relembrando nosso compromentimento com os rumos desse país, as eleições desse ano, o voto consciente e, a sempre atual canção: Brasil mostra sua cara, encerrou a apresentação de forma apoteótica, enquanto grande parte do público entoava o coro de: “Fora Temer, fora Temer!

        Tomamos, Darlan e eu uma cerveja artesanal, na porta do teatro, servida pelo simpático garçon, num Food truck. Depois fomos ao restaurante e churrascaria Carne & Cia, no Vale do Castelo, com direito a música ao vivo. Tomamos cervejas – quem é da cerveja – e vinho – quem é do vinho – comemos um dos pratos típicos da casa e o bom papo se estendeu pela noite.

        Um garçon da casa, que nos atendeu, de cidadania argentina, disse que Messi ainda vai brilhar na Copa, que a Argentina vai se reerguer e disputará o título. “Estava mesmo precisando de um momento assim”, disse, agradecendo ao casal que me proporcionara. Gosto de estar em Cachoeira, mas sinto falta de uma vida social, sou mais urbano que rural!

Fernando M. Ribeiro

        Food truck (traduzido do inglês, "caminhão de comida") ou carro de comida é um espaço móvel que transporta e vende comida. Alguns, como caminhões de sorvete, vendem cervejas artesanais, congelados ou pré-embalados; outros se assemelham a restaurantes sobre rodas.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags