Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MÊS DAS VOCAÇÕES: VOCAÇÃO UMA PROPOSTA DE DEUS AO HOMEM

August 19, 2018

         Antes de começarmos a falar nossa reflexão sobre vocação é necessário sabermos o que esta palavra significa. A palavra vocação vem do latim vocare que significa chamado. Todos nós somos chamados a algo, a dar um sentido para a vida.

       Mitos questionam: Qual a diferença entre vocação e profissão? Embora, vocação e profissão se articulem, não podemos reduzir a vocação ao dom nato, a aptidão que cada um tem para determinado trabalho.

      Vocação inclui a vida total, contém o propósito de seguir e servir. A vocação possui a abertura de dimensão ao próximo, à solidariedade; a dimensão que se dá na relação do homem na transformação do mundo.

        Profissão é a carreira que a pessoa escolhe livremente para seguir e desenvolver, em uma ou mais atividades, visando remuneração ou ganho pessoal. A profissão pode ser mudada de acordo com o mercado de trabalho, ou a vontade de cada indivíduo.

       A vocação é uma proposta de Deus ao homem, mas este é livre para acolher ou rejeitar. Nas Sagradas Escrituras encontramos vários exemplos de vocação. Abraão, é um vocacionado de Deus. Ele escutava a voz de Deus que chama: “Parte da tua terra, da tua família, da casa de seus pais para a terra que eu te mostrarei”. (Gênesis 12 – 1). E, Abraão, aos 75 anos, se desinstala e vai para onde o Senhor o envia.

       No livro do Êxodo, encontramos a vocação de Moisés. Deus chama Moisés pelo nome numa chama de fogo, no meio de uma sarsa que ardia, mas não se consumia. E ele responde prontamente: “Eis-me aqui” (Ex 3, 1-15). E, Moisés vence a gagueira, usando seu irmão como intérprete. Assume a sua vocação e se torna o libertador do povo oprimido. (EX 3, 1-15 4, 1-17)

       O primeiro livro dos Reis, narra a vocação de Elias, que deixa a corte, para viver no meio do povo. Na sua vocação de profeta, Elias fala em nome de Deus, denuncia as injustiças, age na defesa dos pobres. (1 Reis 18-19).

       Sobre a vocação de Jeremias, a narrativa é belíssima, e mais uma vez, mostra que o medo e as limitações humanas são inerentes à vocação. Jeremias, que ainda no seio materno, foi constituído profeta para as nações; de tanto medo, apela para o não saber falar, por ser apenas uma criança, depois vai dizer: “Seduziste, Senhor, e eu me deixei seduzir”, demonstrando como compreendeu o mistério da vocação em sua vida.

       E não podemos falar de vocação sem falar de Maria, a vocacionada do Pai, a cheia de graça. Solicitada por Deus, ela se dispôs inteiramente: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim, segundo Tua palavra”! (Lucas 1, 26-38) E se torna o modelo de vocação perfeita.

 

VOCAÇÕES ESPECÍFICAS

     Em 1981, durante a 19º Assembleia Geral da CNBB, agosto foi instituído como sendo o mês vocacional. Um mês voltado à conscientização das comunidades sobre a responsabilidade que elas devem ter no processo vocacional, e dedicado à reflexão e oração pelas vocações e ministérios.

       Trata-se de um momento de grande graça para a Igreja do Brasil, em que voltando nossa atenção para as vocações específicas, nos unimos numa única prece ao Senhor da Messe, pedindo que envie muitas e santas vocações para nossas comunidades. Pedido do próprio Jesus que, andando pelas cidades e vilas, ficou tomado de compaixão, porque via a grande multidão cansada e abatida como ovelha sem pastor. E disse: “Pedi ao Senhor da messe que envie muitos operários para a messe”. (Mateus 9, 36-37).

Jornal do Evangelizador

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags