Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

January 22, 2020

Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

EIS O MILAGRE A SUSTENTAR NOSSA FÉ, NOSSA ESPERANÇA

October 1, 2018

EDITORIAL: Carnaval, Copa do Mundo, Greve dos caminhoneiros, carreatas e passeatas dos mais diversos grupos reivindicando seus direitos, Manifestações contra ou a favor, Pesquisas de um e outro instituto a confundir-nos com seus números que não sabemos se reais; Jornais e Revistas - que se dizem imparciais - a estamparem matérias também contra ou a favor de determinado candidato.

          Cidadãos usando das redes sociais para dizerem o que querem, não importa, se inverdades ou não. A eleição desse ano, parece mais briga de torcidas, paixões clubísticas. O horário eleitoral gratuito, que deveria nos ajudar, em nada acrescenta. Os debates das emissoras de TV, também não nos fornece subsídios para facilitar a escolha do candidato, para definir nosso voto... E as eleições estão aí, a bater em nossa porta. Ufa!

          Não comparecemos ainda, para depositar nas urnas, o nosso voto, e já tem eleitores dando como certa a vitória de A ou B. - Ou seria H ou B ? Sim, pode-se ler, pode-se dizer: Hadad ou Bolsonaro, não precisa ficar apenas subentendido - Se as pesquisas então a favor de seu candidato; elas são confiáveis, se não, são mentirosas.             Os mais empolgados já estão programando a carreata da vitória. Estou cansado e percebo que, com ou sem segundo turno, o ano de 2018 vai nos escapando, feito areia fina, pelos vãos dos dedos. E com ele, - embrulhadas em papel de presente, para os mais sofisticados, e em papel de pão para os mais rústicos – vão as promessas dos políticos. Logo, virão as lojas a se enfeitarem de neon, as ruas com seus pisca-piscas, dezenas de Papai Noel nas vitrines e os sinos a anunciarem que chegou o Natal.

        

 

  Aí, o Novo Ano chega com tudo e, somos nós que vamos fazer, outra vez, as velhas promessas: perder peso, parar de fumar, diminuir as dívidas, pedir em casamento, ter mais paciência, financiar a casa, trabalhar menos, perdoar mais, visitar a família com mais frequência, dedicar-se mais aos estudos, acordar na hora certa, respeitar os critérios de coleta seletiva, ir à missa todos os domingos, tomar todos os remédios prescritos, voltar a fazer academia...

      Promessas e mais promessas, metas que estabelecemos para torna-las verdadeiras, mas que não vão muito além. Logo as esquecemos e tudo volta como antes. A vida segue o calendário...

        Acreditemos pois, no amanhã, mas não nos esqueçamos o agora, e busquemos sermos seres humanos melhores. Porque viver é recomeçar, cada dia, com novo ardor e muita bondade no coração. Nós, cristãos, somos detentores de um recado que ainda não gastou e ainda não perdeu a sua força vital, ao longo dos séculos: O Evangelho. Mesmo que às vezes, faça escuro à nossa volta, o Amor sobrevive. Eis o milagre a sustentar nossa fé, nossa esperança.

         Muitos temas importantes marcam este mês de outubro. A princípio, quero destacar: o rosário e as missões. De certa forma, os dois estão ligados, pois através da oração podemos estar em contato com todos aqueles que estão trabalhando em terra de missão. Prova disso, é Santa Terezinha do Menino Jesus, que também é lembrada neste mês, pois ela, mesmo sem nunca ter saído do Carmelo, é a padroeira da Missões.

    A Igreja coloca sua atenção na formação de discípulos missionários, capazes de contagiar sua fé aos homens e mulheres de hoje. A oração do rosário, faz de nós sinais de Deus no mundo e nos desperta para a missão.     

A contemplação dos mistérios tem o poder de renovar o nosso coração e nos ajuda a ter um olhar diferente, amplo, enfim, missionário, como São Maximiliano Kolbe – de quem falaremos nessa edição – que, depois de ter fundado a cidade da Imaculada, na Polônia, se volta pra terras mais distantes, terras de missão, a fim de que a Imaculada seja a Rainha de todas as almas.

         Neste mês, há uma série de datas importantes, que você vai ver nesta edição: Dia de São Francisco de Assis; Dia da Criança, Dia de Nossa Senhora Aparecida; Dia do Professor; Dia da Ecologia; Dia do Médico; Dia do Poeta e nossas colunas fixas, como: “A caminho do Pai”; “Falando de Mulheres”; “Somos cidadãos do mundo” e “Aos Anjos”.

Boa leitura!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags