Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

O BRASIL TEM UM NOVO PRESIDENTE. ORAÇÃO PELO BRASIL

January 5, 2019

     O Brasil tem um novo presidente. Não assisti a posse do presidente Jair Bolsonaro. Envolvido que estava com os amigos naquele primeiro dia do ano, não assisti a nenhum jornal. Mas você, que certamente viu, deve estar empolgado com o extenso cerimonial e o discurso do novo presidente. É isso ai! É assim mesmo que devemos olhar para o Brasil dos próximos dias. Com entusiasmo e empolgação. Mas também com oração. Aliás, oração sempre. Veja a oração a seguir:

 

ORAÇÃO PELO BRASIL...

       Deus e Senhor nosso, protegei a vossa Igreja. Dai-lhe santos pastores e dignos ministros. Derramai vossas bênçãos sobre nosso santo padre o papa, sobre o nosso Bispo e todo o clero, sobre o chefe da nação e do estado, sobre todas as pessoas constituídas em dignidade, para que governem com justiça.

      

 

  Dai ao povo brasileiro, paz constante e prosperidade completa, favorecei com os efeitos contínuos da Vossa bondade, o Brasil, a este bispado, a paróquia em que habitamos, a cada um de nós em particular, e a todos por quem somos obrigados a orar e também aquelas que pediram nossas orações. Tende misericórdia das almas dos fiéis que padecem no purgatório e dai-lhes Senhor o descanso eterno e que a luz perpétua as ilumine. Amém!

      

       Conheces esta oração? A conheço desde a minha infância e a rezo com uma certa regularidade. Antes mesmo da dita “festa da democracia”; as eleições, eu já rezava. Desde que soube – em São Paulo, às vésperas de uma viagem à Europa – do resultado das eleições, que deu ao candidato Jair Bolsonaro a vitória, tornando-o o novo presidente do Brasil; intensifiquei minhas orações.

       Não é o meu candidato, não acreditei em seu programa de governo, suas propostas, seus discursos quase sempre agressivos, suas respostas eram na maioria das vezes irônicas... Não me convenceu em nenhum momento. Não era, portanto, o meu candidato.

       Também não votei no PT. Aliás, eu não votei. Justifiquei meu voto em São Paulo. Como cristão, é meu dever rezar para que o novo presidente faça um bom governo. Como cidadão, - ao contrário de muitos – não estou torcendo para o insucesso, só para depois dizer: “eu não falei”!

        Achei a campanha um desrespeito com os eleitores. Prevaleceram as mentiras que rolaram à sota nas redes sociais de ambos os lados. Com a liberdade que hoje temos – antes, isso era impossível – todos puderam se manifestar nas redes sociais nas diversas plataformas a favor de seus candidatos e na maioria das vezes, ofendendo os seus opositores.

        Os próprios candidatos esqueceram suas propostas de governo, a ausência nos debates privou-nos de melhor conhecer os candidatos. Contudo, seus eleitores aplaudiram-no pela decisão de fazer-se ausente. Em nome de uma paixão cega, ou mesmo em razão de uma total desesperança com os demais candidatos.

       Poucas vezes, me manifestei. Achei, em alguns momentos, independentes do candidato A, B, C ou D, que muitos foram desrespeitosos. Soube de pessoas que perderam amigos de longa data pelo fato de terem opiniões divergentes, de estarem em lados opostos. Meu Deus, os próprios candidatos são adversários, não são inimigos. Passado o pleito, eles se encontram, se abraçam e muito provavelmente noutra eleição estarão no mesmo palanque. E isso é tão antigo. Não estou aqui a dizer nenhuma novidade. É lamentável que tantas amizades se perderam em virtude de tamanha insensatez.

       Bem amigos, o que desejo salientar aqui, é, que todos nós devemos nos unir para que esse trem desgovernado chamado Brasil, até o dia 31-12-2018, conduzido por Michel Temer, volte a correr nos trilhos do progresso e que a palavra ordem expressa na nossa bandeira – que penso, seja o desejo de todos – seja uma busca incessante de todos nós brasileiros.

         Para os que creem, eu peço: rezem por todos aqueles que foram eleitos para que “governem com justiça”. Para os que votaram, que continuem acreditando; para os descrentes, torçam para que tenhamos um bom governo; para os eleitores ateus – aqueles que não acreditam nos políticos – deem-lhes um voto de confiança. Nós, cristãos, que acreditamos no poder da oração, que sabemos que a fé é fundamental e que a oração é que, ao lado da Palavra de Deus, nos norteia; não deixem de rezar. Faça essa oração que é tão antiga quanto eficaz.

Fernando M. Ribeiro

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags