Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

January 22, 2020

Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

QUEREM QUE EU ME CALE... MAS, COMO?

       O ambientalista Chico Mendes, a ativista americana Irmã Doroty e outros, foram ameaçados e, de ameaça em ameaça acabaram sendo assassinados. Não é o que queríamos que acontecesse, mas aconteceu. Também nos dias de hoje, persistem as ameaças àqueles que de alguma forma tentam frear a ambição desmedida dos poderosos. Assim tem sido com Frei Gilberto, pároco de Belisário. Contrário as atividades das mineradoras na região, ele tem sido vítima de ameaças constantes.

       O caso teve repercussão na região e o fato ganhos destaque na grande mídia. O político, escritor e jornalista Fernando Gabeira esteve em Belisário, gravando matéria para seu programa de TV enfocando essa questão. Obviamente, quando o programa foi ao ar, despertou ainda mais a ira dos covardes que se escondem e, se utilizam das armas, da intimidação para semearem o medo. Veja a matéria assinada pelo próprio Frei:

      Na manhã do dia 19 de fevereiro de 2017, um homem armado invadiu a casa paroquial em Belisário afirmando: “Nós não queremos mais que o senhor fale em mineração!”

Esse “nós” ressoa ainda em meus ouvidos.. Nós? Quem são as pessoas que têm interesse em meu silêncio? E não apenas meu silêncio... Pois, vejo que a ameaça não foi apenas a mim. Foi a todo um movimento, às pessoas que têm soltado sua voz para dizer “mineração, aqui não!”

Como me calar?

Como ficar calado diante das atrocidades que a mineração vêm realizando em nosso estado?

Como ficar calado diante da morte de tantos inocentes?

Como ficar calado diante da morte brutal de homens e mulheres, animais e plantas?

Como ficar calado diante da morte da bacia de um rio, de vários rios?

Como ficar calado diante da morte de culturas, tradições e tanta riqueza imaterial?

Como ficar calado diante do silêncio dos corruptos e covardes?

Como ficar calado diante da injustiça daqueles que pensam apenas no capital?

Como ficar calado?

Se calarem nossa voz “as pedras falarão”... Não são apenas pedras... são corpos de homens e mulheres, animais e plantas que repousam em meio à lama que vai se petrificando.. Pedras que gritam aos nossos ouvidos pedindo justiça... pedindo respeito à Mãe Terra, pedindo o fim dessa ganância desenfreada que não considera mais a vida...

Não podemos nos calar... vamos unir nossas vozes e gritarmos mais alto. Jamais conseguiram calar a voz dos profetas... Sejamos profetas nesse tempo de tanta insensibilidade!

Paz e Bem!

Frei Gilberto Teixeira da Silveira, fsma

Belisário – MG

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags