Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

DOAÇÃO DE ÓRGÃOS MOVIMENTOU A FCV - FUNDAÇÃO CRISTIANO VARELA

June 19, 2019

 

       No dia 20 de junho comemora-se o Dia da Mídia. ao meu ver, momento oportuno, para falar sobre algo que quase sempre passa despercebido, não se dá a devida atenção, é algo vital e, às vezes, acontece muito perto de nós: a Doação de Órgãos.

       No dia 22 de maio, equipes da Santa Casa de Juiz de Fora e do Hospital das Clínicas de Belo Horizonte, estiveram no Hospital do Câncer de Muriaé da FCV, para uma captação de órgãos. A retirada dos órgãos foi organizada no centro cirúrgico por equipes treinadas e capacitadas especificamente para esse tipo de procedimento cirúrgico. O doador é um homem de 5 anos que sempre manifestou o desejo dessa boa ação, estava internado desde o dia 08 de maio e teve o protocolo de more encefálica encerrado.

       Foram captados os rins, fígado, córneas e o coração. A equipe de Juiz de Fora, composta pelo diretor do serviço de transplante da Santa Casa, Dr. Gláucio Souza, pela médica Dra. Pâmela Goretti, pela enfermeira Eliene Ribas e pela técnica de enfermagem Elena Bretas, do banco de olhos do Hospital Regional João Penido, transportaram os rins, as córneas e o fígado. Já o coração seguiu para Belo Horizonte, no Hospital das Clínicas com o cirurgião cardíaco Dr. Raynold Monteiro, Dr. Túlio de Battist e a enfermeira Bianca Santiago.

      

 

      Esta é a primeira captação de múltiplos órgãos realizados no Hospital do Câncer de Muriaé. O diretor da instituição, Sérgio Henriques, elogiou a atitude dos familiares manifestando solidariedade neste momento de dor. “Infelizmente nos despedimos de uma vida, mas outras serão salvas por este gesto de amor e generosidade”, disse Sérgio.

         O Hospital do Câncer de Muriaé da FCV, possui pessoal treinado e bem capacitado para agir em situações como essa. A equipe do Centro Cirúrgico acompanhou todo o procedimento que durou aproximadamente três horas e a instituição conta com a CIHDOTT – Comissão Intra-Hospitalar de Doações de Órgãos e Tecidos para Transplantes que realiza a busca ativa para a doação de órgãos e tecidos, dentro da instituição, de pacientes, com o diagnóstico de morte encefálica e parada cardiorrespiratória para fins terapêuticos.

       A captação de órgãos acontece somente após constatação de morte encefálica, ou seja, quando há completa e irreversível parada de todas as funções do cérebro. Este diagnóstico é realizado por uma equipe profissional por meio de exames de imagens, exames clínicos e exames laboratoriais. Após a confirmação da morte encefálica, a família é comunicada sobre a situação irreversível e decide sobre a doação dos órgãos de seu ente querido. A doação de órgãos é gratuita e de livre decisão do doador ou familiar responsável em caso de doação pós-morte.

Fonte: Minas Jornal

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags