Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

EDITORIAL: A VIDA É UMA FESTA. A ALEGRIA DO SENHOR É A NOSSA FORÇA

July 1, 2019

        Em nossa vida travamos vários combates. Muitas vezes criamos para nós mesmos um falso conceito de que a felicidade consiste em não termos problemas e tristezas. Porém isso é um conceito muito pobre e limitado sobre o que venha a ser a verdadeira alegria. Se formos esperar que os problemas desapareçam para só aí sermos verdadeiramente felizes, isso nunca acontecerá no concreto da vida. A verdadeira alegria está para além das realidades que passam. Tudo aquilo que é passageiro não pode ser medido para medir nossa felicidade.

       Na vida passamos por uma enorme sucessão de escolhas. Existem escolhas bem simples, outras mais decisivas para os rumos da vida, algumas são verdadeiros dilemas: ser ou não honesto numa situação difícil; confiar ou não em alguém que já nos enganou; correr riscos, ou não, para defender um inocente; dizer ou não uma verdade que vai nos causar problemas...

       Às vezes sabemos direitinho que estamos escolhendo entre o bem e o mal, entre o certo e o errado; outras vezes os caminhos não são tão claros e a gente tem medo de agir errado por falta de discernimento exato. Frequentemente temos que optar entre o ruim e o pior ou entre o bom e o melhor. As escolhas da vida são sérias. São nossas escolhas que constroem a história.

       Para firmarmos nossa vida sobre decisões acertadas que despertem em nós alegrias verdadeiras, essas devem estar enraizadas em Deus e nas coisas de Deus. O que muitas vezes se vive é uma vida reduzida às alegrias passageiras que na realidade são falsas alegrias.

      Dentre tantos ensinamentos encontrados no Livro do Eclesiástico, há um, que particularmente gosto muito, em que Deus nos dá uma ordem preciosa: “Não entregues tua alma à tristeza, não atormentes a ti mesmo em teus pensamentos. A alegria do coração é a vida do homem, e um inesgotável tesouro de santidade; a alegria do homem torna mais longa sua vida”. (Eclo. 30. 22-23).

       A verdadeira alegria está para além dos acontecimentos e não pode ser comprada ou emprestada por outra pessoa, mas é experimentada por aqueles que encontram a fonte inesgotável dessa alegria: Jesus Cristo. Isso é uma verdade concreta, por isso que muitos santos tiveram forças de prosseguir enfrentando suas lutas e até perseguições, mas com bom humor e sorriso no constante. A alegria não estava nas coisas exteriores, mas no interior, eles haviam encontrado Jesus.

       Vamos erradicar do nosso coração, toda tendência a cultivarmos as “alegriazinhas passageiras”, como migalhas que não nos preenchem, enquanto em Jesus temos um banquete completo de felicidade. Não entreguemos nossa alma à tristeza! E o jeito mais eficaz de realizar isso é por meio da alegria que vem de Cristo.

       O mundo tem sede dessa alegria verdadeira. Nós cristãos temos a fonte inesgotável, por isso somos enviados ao mundo como apóstolos da verdadeira alegria, para apresentarmos ao mundo a alegria definitiva que saciará sua busca incansável. Que essa alegria seja cultivada em nossos corações, para que muitos daqueles que convivem conosco, possam experimentar os frutos dessa verdadeira alegria.

       Por onde passamos somos chamados a deixar os rastros dessa alegria. Se existem pessoas preparadas para fazer o mal e provocar a tristeza, nós seremos a contraforça, estaremos preparados para fazer o bem e promover a alegria. Comece pela sua casa, sua família, seu ambiente de trabalho, na sua escola, no seu grupo de jovens, nos jogos de futebol, nas ruas e praças de sua cidade e deixe que isso se espalhe pelo mundo.

       Comece agora já na extensão das festas juninas que com o mesmo entusiasmo passam a ser julhinas, na irreverência do casamento do Jeca, na alegria das quadrilhas, no calor das fogueiras, em noites frias desse inverno que promete ser bastante rigoroso. Lá para as bandas de Campina Grande, na Paraíba, há quem diga que nesse período o coração amanhece pegando fogo, tamanha é a expectativa de cada Arraiá a ser vivido, dançado, comemorado, festejado até ao amanhecer.

       A verdade é que de norte a sul, nosso país se transforma num grande Arraiá. Se esse fogo for ameaça de incêndio, não esqueça: Chame o Bombeiro. Saudemos esses heróis que no dia 02, comemora-se o dia.

Chame também para a festa o Bancário, profissionais que são lembrados no primeiro dia de julho. Aquele que amassa a massa, que modela e bota para assar o pãozinho que vai à mesa no nosso café da manhã; o Padeiro, com certeza estará também nessa festa preparando e se fartando do variado cardápio.

      Estará com sua família nas barraquinhas da Festa, alertando-nos sobre o risco dos fogos e a importância da preservação das nossas matas e florestas, o Engenheiro Florestal. O dia desse dedicado profissional, guardião de nossas matas, é celebrado no dia 12. Se alguém não se envolver nos festejos, leve-o até ao Hospital para um bom diagnóstico. Se for apatia, pessimismos ou coisa assim, uma injeção de otimismo lhe fará bem, pois lá estarão os anjos da guarda da saúde, quando celebramos no dia 14, o Dia Mundial do Hospital.

       No dia 16, celebramos o Dia de Nossa Senhora do Carmo e do Comerciante. Ele também estará na Festa arrematando prendas no leilão. Não há Festa sem cantoria, repentistas, sanfoneiros, trovadores... No dia 18, comemora-se o Dia do Trovador e, eles lá estarão, versando seus versos e trovas. Nesse momento em que se realiza aqui, no País do Futebol, a Copa América, as paixões clubísticas ficam de lado, quando antecipamos o Dia do Futebol que é comemorado no dia 19, para o Brasil se transformar numa Pátria de chuteiras a torcer pela seleção brasileira de Futebol em busca de mais uma conquista. Na Festa, correremos ao encontro dos amigos para, num abraço fraterno, celebrar o Dia Internacional da Amizade que se estenderá até o dia 20.

        Certamente, nessa festa, você encontrará também Escritores, Poetas, um jornalista, talvez a registrar os fatos, para possivelmente escrever o Editorial de algum jornal. (25, Dia do Escritor).  Os caminhoneiros, nos transportes de carga, motoristas de ônibus, nos transportes urbanos ou interurbanos, taxistas diurnos ou Bandeira 2, todos os motoristas que trafegam pelas estradas desse imenso País, numa prece, rogam a São Cristóvão no Dia 25, dia do motorista. É evidente que muitos desses bandeirantes modernos deixarão estacionado em algum lugar, o seu possante, para tomarem parte da festança.

      Os Avós sempre gostaram de contar histórias para os netinhos e ensinar-lhes a rezar. O seu dia é comemorado no dia 26. Essas doces criaturas estarão também na festa para enriquecer ainda mais o seu baú de histórias a serem contadas. Batata doce, milho verde, pamonha, canjica Doce, canjiquinha (péla égua), pé de moleque, broas, quentão, amendoim, pipoca e outras tantas iguarias da culinária brasileira fazem parte do cardápio dessa festa. No dia 28 desse mês, comemoramos o Dia do Agricultor. Tudo isso devemos a ele que com suas mãos abençoadas semearam a semente no sagrado coração da terra, carpiram, colheram e trazem à nossa mesa, além dessas delícias, o pão nosso de cada dia.

       Não é a grandeza ou a pequenez da tarefa que vulgarizam ou nobilitam sua existência. O mais importante é a dedicação e o empenho que você coloca em seu trabalho, em sua missão. O importante é semear com alegria no cumprimento de nosso dever. Que no Forró do Cotidiano a alegria do SENHOR seja a Nossa Força! Que essa festa, proposta, expressa e impressa nesse editorial se estenda por todos os nossos dias e que a alegria seja o nosso par constante n

os bailes da vida. Uma Boa Leitura!

O Editor

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags