Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

December 3, 2019

Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

13: DIA DO ENCARCERADO

August 13, 2019

13: DIA DO ENCARCERADO: TÁ FALTANDO MUITA GENTE LÁ EM CURITIBA

       Eu disse outro dia que há uma ideia geral cultivada pelo povo brasileiro, notadamente os mais pobres, de que qualquer criminoso, que tiver poder e recursos financeiros para pagar um bom advogado não vai para a cadeia, ou se vai, lá não fica.

       Embora não seja uma regra, a História mostra alguns exemplos que, ao longo do tempo deixaram a Justiça na “corda bamba”, levando-a, muitas vezes, a ser criticada pela sociedade já estressada, e que às vezes não entende que tudo que se julga tem que se ater aos limites da lei.

       Este sentimento crítico sobre a Justiça emanado da sociedade é ruim em todos os sentidos, uma vez que ela é, sem dúvida, a tábua de salvação da moralidade e um real instrumento contra a impunidade reinante neste país.

       Porém, esta desconfiança está mudando de rumo. Só para recordar, no caso do mensalão, por exemplo, houve um trabalho sério do ex-ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF) impecável, nas suas convicções de relator e que levou à condenação e tirou de cena políticos corruptos.

       Com a execução da Operação Lava-Jato, a Justiça Federal e o Ministério Público, que são as instituições colaboradoras da Justiça, mostram a importância da sua missão institucional, ganhando a cada dia o respeito da sociedade brasileira e um alto grau de confiabilidade, após trazer a luz toda podridão da administração pública brasileira.

       O que a sociedade espera é o exercício de investigações sem tratamentos privilegiados a quem quer que seja, sobre a égide da independência institucional de todos esses órgãos na busca da verdade, com a punição de todos esses corruptos que há anos usam as suas garras para dilapidar o patrimônio público, tendo como coautores aqueles que governam o país.

       O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva é um dos encarcerados. Está lá no presídio, em Curitiba. E ele deve estar se perguntando: “Mas, só eu, cadê os outros”? O senhor Michel Temer, - que também rouba o país há mais de três décadas – o Aécio Neves e outros tantos parecem blindados. Nós, cidadãos brasileiros, queremos ver mais gente encarcerada, no dia do “encarcerado”. Tá faltando muita gente lá em Curitiba!

Fernando M. Ribeiro

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags