Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

TENHA JESUS EM SEU CORAÇÃO E TODAS AS CRUZES PARECERÃO ROSAS

September 22, 2019

Você conhece a história de São Padre Pio de Pietrelcina, um santo que se ofereceu em nome dos pecadores e levou uma vida de profunda comunhão com Jesus?

CRIANÇA:      

        Nascido em 25 de maio de 1887 na cidade de Pietrelcina, na Itália, Padre Pio foi batizado por seus pais, Grazio Forgione e Maria Giuseppa de Nunzio, com o nome de Francisco e teve seis irmãos. Desde criança carregava no peito uma admiração enorme por Nossa Senhora e Jesus e tinha uma rotina de orações forte.

        Além disso, sempre foi muito próximo de seu Anjo da Guarda, a quem pedia ajuda para fortalecer seus caminhos no Evangelho. Inclusive, era algo que ele recomendava às pessoas e, depois de se tornar padre, aos fiéis. Aos doze anos, ele recebeu os sacramentos da primeira comunhão e da crisma.

JUVENTUDE:

       Aos 15 anos entrou no noviciado, em Morcone e adotou o nome Frei Pio. Após o ano de noviciado, em 1904, formulou os votos simples. Aos 20 anos, formulou a profissão dos votos solenes. Durante este período se aprofundou em estudos clássicos e filosofia.

      Foi ordenado padre aos 23 anos, em 10 de agosto de 1910, no Duomo de Benevento. Durante os primeiros anos como Frei Capuchinho, alguns problemas de saúde obrigaram o Padre Pio a receber cuidados de sua mãe.

       Ele sofria de dores fortes no peito, nas costas e na cabeça, febre alta, problemas pulmonais e estomacais. Depois de sua ordenação, seus problemas de saúde o obrigaram a permanecer na casa de seus pais até 1916.

       Quando voltou, neste ano foi enviado para o Convento de São João Rotondo, lugar no qual viveu até a morte.

VIDA DE FÉ

       Percebendo que a sua missão era de acolher em si o sofrimento do povo, Padre Pio recebeu os sinais de Cristo em seu próprio corpo. Estava marcada ali sua missão: Deus o queria para aliviar o sofrimento do seu povo. Ele se dedicou completamente ao Ministério da Confissão e, por meio deste sacramento, procurava aliviar o sofrimento dos corações de seus fiéis e libertá-los da garra do Demônio, que ele chamava de “barba azul”.

       Criou também, a pedido do Santo Padre, grupos de oração para combater as tristezas e horrores causados pela Segunda Guerra Mundial.  Além de aliviar o sofrimento espiritual, Padre Pio recebeu de Deus a inspiração de construir um grande hospital que ficou conhecido como “Casa do Alívio do Sofrimento”, que se tornou referência em toda a Europa.

       Em 23 de setembro de 1968, São Padre Pio participou da missa em comemoração aos 50 anos do grupo de oração criados por ele e, pela última vez foi visto por seus filhos espirituais. Naquela madrugada, ele retornou aos braços do Pai.

 

Foi beatificado em: 16 de julho de 2002

 

Dia litúrgico: 23 de setembro

 

Recebeu de Jesus os carismas... da bilocação:

Estar em dois lugares ao mesmo tempo, com corpo físico e espiritual, como um milagre.

 

Da osmogenesia: os perfumes de santidade que exalava.

 

Da levitação: em que São Padre Pio flutuava durante as suas orações.

 

ALGUMAS IGREJAS DEDICADAS A ELE NO BRASIL:

Igreja Padre Pio, em Dourados (MS)

 

Capela São Padre Pio, em Presidente Prudente (SP)

 

Paróquia São Pio de Pietrelcina, em Brasília, (DF)

 

Capela São Padre Pio, em Chã Grande (PE)

Jornal do Evangelizador

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags