Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

COMPROMISSOS DEFINITIVOS

         Ainda é possível fazer compromissos definitivos nos dias de hoje? Penso que a pergunta poderia ser substituída: como viver bem, estes meus compromissos definitivos? É impossível fugir dos compromissos definitivos por dois motivos: o primeiro, é que a nossa alma pede esse tipo de compromisso, nossa natureza humana clama por estas constâncias, e o segundo é que seria impossível viver sem fazê-los.

        Pensemos um pouco no segundo motivo. O que seria de sua vida sem tomar banho todos os dias, sem comer todos os dias, sem beber água, sem conviver, sem se vestir, sem escovar os dentes, sem ter que escolher, sem abrir mão das vontades? Isso e muito mais fazemos e teremos que fazer pelo resto de nossas vidas.

       Alguém que viver até aos 85 anos, terá comido em média 68 toneladas de alimentos! Terá tomado 31 mil banhos, terá usado o banheiro 124 mil vezes e terá escovado os dentes mais de 95 mil vezes.

       Outro dia, uma amiga, após ter feito vários exames, descobriu que estava com arritmia. Assustou-se diante do médico que disse: você vai ter que tomar remédio para o coração todos os dias e para o resto de sua vida. Percebendo o incômodo dela, o médico, com sabedoria, lhe acalmou: Por que o espanto? Existem inúmeras coisas que temos que fazer todos os dias, pro resto vida e não achamos ruim: escovar dentes, comer, tomar banho, arrumar a cama... O que é isso comparado a um comprimidinho? “É, não parece tão ruim agora”, disse minha amiga aliviada.

        Da mesma forma acontece em nossos relacionamentos, em nossa vida afetiva. Sabemos da complexidade da vida matrimonial e pode assustar um pouco assumir algo tão sério para toda a vida. Estar com uma pessoa pra sempre, mais que isso, amar uma pessoa pra sempre, a cada dia das nossas vidas não é fácil, mas é possível quando há comprometimento da parte dos dois, quando existe a decisão de renovar o casamento de tempo em tempo, cultivando o romantismo, os laços de afetos, promovendo mudanças em si e no relacionamento, quando com paciência se aprende a lidar com as diferenças e conflitos, quando não nos deixamos levar pelas inconstâncias e pela terrível cultura do descartável do mundo pós-moderno que nos faz achar que a melhor solução para algo que incomoda é  livrar-se dela, cair fora, abandonar o barco.

       Temos quase seis anos de casados, é bem pouco, eu sei, mas com seis anos apenas, eu e meu esposo precisamos sentar, conversar, potualizar as coisas para sarar ou evitar desentendimentos ou esfriamentos. Amor é isso: é decisão diária de retomada. Viver as realidades próprias da vida a dois, dos filhos, da casa, é desafiador, mas possível e absolutamente capaz de levar o homem a experimentar a realização e a felicidade.

Andréa Taisa de Moura Camargos e Thiago José Camargos

 

O MÊS NÃO PRECISA ACABAR PARA VOCÊ COMEÇAR

 

A gente tem mania de ficar adiando nossos planos, nossas metas e nossas vontades. Sempre estamos falando que vamos começar no próximo mês, que vamos fazer na próxima semana, que vamos mudar no próximo ano. Mas que tal a gente parar de jogar para a frente e começar hoje, aqui e agora. Você não precisa esperar começar um novo momento para iniciar algo novo. Ter força de vontade é o que basta e não tem problema nenhum começar no final do mês, da semana ou do ano.

Publicidade

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags