Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

EDITORIAL: TROUXE MENSAGENS DE AMOR DO CÉU À TERRA

November 1, 2019

ELE MORREU PARA NOS SALVAR.

TROUXE MENSAGENS DE AMOR DO CÉU À TERRA

       Insignificante, qual grão de mostarda, silencioso como seu nascimento no coração da noite... Foi assim que entrou no mundo o reinado de Cristo. E que os seus caminhos não são os caminhos dos homens. Em suas mãos não faísca o brilho sedutor do ouro, das torturas terrenas. Renúncia e generosidade são as condições que fáz. Fé, esperança e fraternidade vêm desenhadas em letras marcantes, no centro de sua bandeira.

       Os caminhos do Mestre não são os caminhos do mundo. A espada faz escravos, mas não conquista corações. Desprezou as armas, desprezou exércitos, plantou apenas uma Cruz à beira dos caminhos, na encruzilhada dos tempos. E essa Cruz, que os homens altearam, tornou-se o eixo central do mundo. Símbolo de escárnio, ignomínia e loucura, converteu-se em sinal de redenção. E desde então, na encruzilhada dos caminhos, no vértice das igrejas e das montanhas, na parede das casas e na fronte dos homens, sobre o berço das crianças e sobre a tumba dos mortos, o Crucificado se ergue e fala, de braços abertos e com o coração transpassado.

       

 

 Os seus caminhos não são os caminhos do mundo. Não era um estadista. Não era um sábio da Grécia, nem um jurista da Roma Imperial dos Césares. Era um simples carpinteira da aldeia. Tinha um coração imenso, profundo, terno, compassivo, forte e sensível. Fazia milagres sem buscar publicidade, tão somente para servir, para mitigar a dor alheia, para redimir a humanidade.

         Morreu para que vivêssemos. Trouxe mensagens de amor do céu à terra, esta terra que tanto precisava do céu. E, com voz acolhedora, convoca os corações de boa vontade para continuar a sua obra inacabada. Por toda parte a quem quiser ouvir e souber compreender, o grande segredo da verdade é revelado:

- Assim como eu vos amei, amai-vos também. Aquilo que eu fiz, fazei-o igualmente vós.

         Realizou a sua Páscoa e a realizou definitivamente, a fim de nos arrastar com Ele e permitir às sucessivas gerações humanas fazer sua passagem para Deus, pelos caminhos misteriosos da Ressurreição. Em que pese caminhar caminharmos à luz da estrela da pascal, nem tudo é absolutamente luminoso nos itinerários do dia-a-dia. Nem tudo é sucesso, facilidade, compreensão. A vitória de Cristo não eliminou a agonia dos momentos cruciais, as asperezas da jornada. Mas nós sabemos para onde vamos, repetindo os passos do Senhor, sua vida oculta e pública, seu Getsêmani, seu Calvário e seu Tabor, a caminho da Ressurreição.

      O coração de Jesus é tão grande, tão imenso, tão hospitaleiro, que dentro dele cabem o santo e o pecador, você e eu, nossa Cachoeira Alegre inteira, o mundo todo.

Um FELIZ DIA DO CACHOEIRENSE!

O Editor

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags