Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MENGÃO É O DONO DA AMÉRICA

 

     Um adesivo colado num bar do Morro da Coroa, região central da cidade e do Rio, decretava: “Obrigatório ser feliz nesse local”. A impressão é de que houve acordo nas favelas do Rio. O sábado foi para praticar o rubro-negrismo. Bandeiras, fogos, auto-falantes: o que se via, ouvia e falava era o Flamengo. Bem verdade que o jogo duro contra o River Plate deixou o clima tenso. Ainda assim, era outra tensão. O bolso vazio, , o trem lotado, a bronca do chefe e a violência ficaram na sexta. Sábado foi dia de Flamengo e uma lição: acreditar sempre.

       São Pedro colaborou com um dia de sol – a chuva veio no segundo tempo. Muitos gritavam ‘Mengo’ pela manhã, enquanto iam às vendinhas garantir o carvão e o gelo. Na Vila Sapê, em Jacarepaguá, foram 50Kg “entre carne, asa de frango e linguiça, além do nosso famoso pão de alho”, diz Katyto, líder da Fla Vila Sapê. Antes de começar o jogo, grupo de pagode animou os moradores. Perto dali, a festa da Fla CDD foi na quadra do Coroado. A luz caiu na comunidade e só voltou minutos depois. No Jacaré, um camisão de 6m x 5m foi estendido na entrada da comunidade.

      Em Manguinhos, a festa foi na rua. Torcedores do Vasco, com camisa e tudo – secavam quietinhos. Fogos pareciam chamar um gol do Flamengo, mas foi o River Plate quem marcou. Tudo parecia dar errado, mas um bom morador de Favela não desiste. Quando precisa, mata no peito, dribla a marcação da vida e balança a rede. Veio o primeiro gol e o segundo com grito rasgado que esperavam há 38 anos: o Mengão é bi da Liberta.

Yuri Eiras yurieiras@odia.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags