Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

NA RAÇA, COMO A GALERA GOSTA

SÓ ACABA QUANDO TERMINA

     No estádio Monumental de lima, a torcida do River havia começado a festejar uns minutos antes. Aí, veio o gol de empate, levantando a galera do mengo que gritou: “Vamos virar Mengôôô! O River tomou knock-down e não resistiu ao golpe final. Knock-out. Muitas vezes, os Deuses não perdoam quem celebra antes do apito final.

DIEGO TEVE SEU NOME GRITADO PELA TORCIDA

       Uma séria contusão tirou Diego de campo, na partida contra o Emelec no jogo de ida. Ele já não era titular e a fratura na perna direita exigiu cirurgia, que alguns decretaram como seu fim de carreira. O time embalou e passou a encantar a torcida e a bater recorde sem o antigo capitão. Eu e mui

tos brasileiros, atribuímos à sua ausência a melhoria de rendimento de Everton Ribeiro, assim como a velocidade que o time passou a exibir.

       Mas a estrela do camisa 10 brilhou com a saída de Gerson, até então o que mais lutava para incomodar o River, junto com Bruno Henrique. Diego entra aos 21 do segundo tempo, com muita energia, que contagiou o time e a torcida. Quem diria que terminaria o ano, ovacionado!

Walter de Mattos Junior – Jornal o Lance

 

BRUNO HENRIQUE FOI ELEITO O MELHOR JOGADOR DA LIBERTA

     Bruno Henrique marca muitos gols, corre como um velocista, cabeceia com incrível tempo de bola e assiste para o gol como ninguém hoje no futebol brasileiro. Um craque do seu tempo. Não é à toa que ele recebeu como prêmio, um anel de ouro cravejado de 128 diamantes.

Autor dos gols do título, na inesquecível virada, já nos minutos finais, que dá ao Flamengo o bicampeonato da Libertadores, Gabigol foi eleito o craque da grande final em Lima.

     Pensando no Mundial de Clubes, em dezembro, Nação manda recado das arquibancadas do Monumental: “Ô Liverpol, pode esperar, a sua hora vai chegar”!

Além do Maracanã, em outros estádios, em outros estados, como Brasília por exemplo, dez mil pessoas torceram pelo Flamengo no Estádio Mané Garrincha.

 

A FESTA DO FLA, NO RIO, NO BRASIL E NO MUNDO

       A torcida do Flamengo acompanhou o jogo em várias partes do planeta. A festa maior foi no Maracanã (40 mil pessoas) e no Monumental de Lima. Mas milhares acompanharam em Brasília, (dez mil pessoas), na Bahia, em São Paulo centenas de torcedores do Flamengo se concentraram no Museu do Futebol no Pacaembu para acompanhar o jogo em telões. Em Lisboa, uma multidão torcia pelo rubro-negro. Em Cabo Frio, a exemplo de todas as quase cem cidades do interior do Rio de Janeiro; um bandeirão do Flamengo se destaca num dos viadutos.

 

IMPRENSA INTERNACIONAL SE RENDE AO FLAMENGO.

     O bicampeonato épico da Libertadores, alça o Flamengo ao topo da América. A conquista obtida no sábado, dia 23 sobre o River Plate da Argentina, foi destaque na Imprensa mundial.

       Em Portugal: O site do jornal português, ‘O Jogo’, por exemplo, destacou: “Flamengo de Jesus vence a Libertadores com reviravolta épica”. Já o seu concorrente “Record” estampou: “Jesus é Grande” e “A Bola” colocou a manchete: “Olé Mister”, uma referência ao apelido do técnico no Brasil.

       Na Argentina, o “Clarín” afirmou: “A derrota agonizante em Lima” e concluiu: “O River perdeu uma final incrível e o Flamengo ganhou a Copa Libertadores”, enquanto o “Olé” observou que o River Plate já saboreava sua quinta Libertadores, quando dois gols de Gabriel deram o título ao Flamengo.

       Na França: O francês “L’Equipe” escreveu que o Flamengo nocauteou o River Plate nos minutos finais. O jornal elogiou o atacante Gabigol que marcou os dois gols da vitória: “Invisível, não rastreável, impreciso...”

       Na Espanha: O jornal espanhol “Marca”, resumiu: “O incrível aconteceu em Lima”. O jornal registrou que o Flamengo venceu o River e conquistou a segunda Copa Libertadores de sua história.

     Na Inglaterra: O “Daily Mail” da Inglaterra, estampou: “Gabigol sensacionalmente marca duas vezes no final da partida para garantir que o time brasileiro conquiste o título da Copa Libertadores”.

      Na Itália: E o Italiano, “La Gazzetta dello Sport” comentou: “Gabigol derrubou o River”

Fonte: Jornal o Lance

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags