Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

PARTIDOS POLÍTICOS, BLACK FRIDAY E SINOS DE NATAL

December 1, 2019

         Como eu disse outro dia, terminou o Ano Litúrgico e pode-se perceber que teve início o Tempo do Advento: De espera, de preparação, de expectativas para a celebração do Natal. Nosso calendário atesta que o ano de 2019 está se despedindo. Foi aberta a temporada dos sinos, das guirlandas e árvores de natal. Papai Noel já ocupa as vitrines do comércio; logo virão as férias escolares, espera-se o sol de verão que aquece os últimos dias do ano – embora a chuva insista em cair, nas últimas semanas - e, começa-se a contagem regressiva para o Natal.

       Na política, os Partidos, partidos, disputados, repartidos, esfacelados, talvez dissolvidos. Os favores distribuídos, os favorecidos, cada vez mais favorecidos. Fatos e relatos de idosos abandonados; meninos e meninas abandonados; mendigos nas calçadas e sob os viadutos; adolescentes sem ter para onde ir; pais para um lado, filhos para o outro; jovens sendo assassinados nos bailes funks das comunidades, policiais despreparados, com sangue nos olhos. É a violência que gera violência!

       Acontece que os políticos andam muito ocupados com outras coisas que julgam mais interessantes, como aumentar a verba para o fundo partidário, para financiar suas campanhas eleitorais no próximo ano. Quando digo: Partidos partidos, pode até parecer pleonasmo, mas, na realidade é o que vem acontecendo no Brasil com as mudanças dentro dos partidos políticos. As legendas, cada vez mais se servindo de trampolim para pretensões maiores, são cada vez mais usadas de acordo com as fases e momentos. Uma destas legendas a sentir os efeitos do oba oba político é o Partido Social Liberal, (PSL), que elegeu o presidente da República Jair Bolsonaro. O PSL pode até deixar de existir em breve, graças à migração natural que deve ocorrer com a aproximação das decisões eleitorais de 2020 (para prefeito e vereadores) nos municípios.

        O principal palco será nas capitais dos Estados que acabam tendo, em 2022, decisões cada vez maiores. Os prefeitos eleitos poderão dar saltos ao cargo de governador ou influenciar os candidatos a deputado federal, estadual e até mesmo à presidência. Por esta razão é que as legendas cada vez mais enxutas acabam sendo este trampolim. O PSL elegeu Bolsonaro e uma turma novata de candidatos federais e estaduais e senadores. Mas, contudo, não conseguem se articular internamente e, isto, por si só, faz com que seja uma legenda fragmentada. Foi o próprio Bolsonaro com o auxílio dos seus filhos que começou a cavar a sepultura do partido e suas lideranças, ainda pequenas. Agora decidiu deixar o partido (PSL) e fundar outro partido. Durma-se com um barulho desses!

         Depois da correria às lojas, motivados pela Black Friday; na TV, rádio, jornais e sites, na mídia em geral, já é Natal. Nas lojas, com suas decorações chamativas, os apelos para a compra de presentes e as promoções. Nos grandes centros, não faltam opções, para quem quer, desde hoje, fugir dos shoppings lotados por compradores de todo tipo e curtir o verdadeiro sentido da data. Há aqueles que programaram viajar com os filhos para uma cidade do interior, em sítios ou hotéis, em busca de lazer e sossego. E para quem deseja permanecer na cidade, há, tanto no centro, quanto nos bairros, as cantatas de Natal, o Natal de Luzes, o Natal solidário e outros eventos culturais-religiosos e solidários.

       Em Muriaé, por exemplo, vale uma visita à Lagoa da Gávea que fora toda decorada e, está linda com uma enorme árvore de natal – que está causando polêmica, mas, disso, falaremos outra hora – será montado um palco, onde acontecerão as várias apresentações artísticas, como cantatas de Natal, corais e shows de Bandas regionais. Também o CDL realizará o evento da chegada de Papai Noel, as escolas apresentam seus corais, no teatro o tema também é comemorado e sempre com a entrada gratuita. Nós, do Portal, estaremos divulgando toda a programação.

    Bate o sino pequenino, sinos de Belém... Batem os sinos das pequeninas capelas, dos santuários, das basílicas, das catedrais... Badalam também os sinos da matriz São Sebastião, anunciando que celebraremos a Novena do Natal em Família e que estamos nos aproximando Da festa magna da cristandade. Como recomendou nosso pároco, o padre João Pedro, na missa do último domingo: “é bom que formemos grupos nas casas, nas ruas, nos bairros, no trabalho, na escola, em família; é importante que nos reunamos para meditarmos sobre a Novena de Natal”.        

       Vamos preparar nossa casa interior - a manjedoura do nosso coração - para receber o Deus-menino; vamos preparar a nossa casa exterior para a chegada do Papai Noel. Aqui, em Cachoeira Alegre, haverá além dos encontros da Novena, a celebração da Missa solene na noite de 24/12, às 20 horas na Matriz São Sebastião. Para os aficionados pelas cantigas de Reis; a partir da missa de Natal, depois de se apresentarem diante do presépio, na Igreja-matriz, os foliões estarão visitando as casas, anunciando que a estrela de Belém deve ser seguida e, que ela nos levará ao Menino Deus, que nasceu.

      Mas, para encerrar essa nossa conversa, quero dizer que é para nós, motivo de grande júbilo; o Natal! Preparemo-nos, então, para este encontro. O Natal é uma festa que se renova todos os anos, adquire um novo aspecto, porque nós mudamos e a cada ano estamos diferentes. Porém, o que nunca muda é o apelo a que somos chamados: contemplar o mistério da encarnação do Filho de Deus em nossa humanidade.

       Deus é fiel à sua promessa e nos dá seu Filho, nascido da gruta de Belém, cumprindo o que foi predito pelos profetas: “O próprio Senhor vos dará um sinal: Uma virgem conceberá e dará à luz um filho e o chamará Deus Conosco”. (Isaias 7,14); “Um menino nasceu, um filho nos foi dado; a soberania repousa sobre seus ombros, e ele se chama: Conselheiro Admirável, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz” (Is 9,6) e ainda, “Mas tu, Belém-Efrata, tão pequena entre os clãs de Judá, é de ti que sairá para mim aquele que é chamado a governar Israel” (Mq 2,11).

       É a festa da manifestação na carne, isto é, Jesus é o Verbo, a Palavra de Deus. E o Verbo se fez carne, se fez um de nós e fez morada em nosso meio.  Na gruta de Belém, céu e terra se tocam. O céu veio à terra. Todo o universo é atingido pelo mistério da Encarnação. Jesus entrou na história, recriando todas as coisas. Na noite santa, a esperança é renovada e um mundo de paz, justiça, amor e fraternidade tornou-se possível.

       Não olhemos o Natal como uma historinha que nos emociona num romantismo vazio, mas como um lembrete anual de que “Deus se humanizou”, valorizando em cada um de nós a nossa própria humanidade. O Natal nos ensina a sermos mais humanos, a romper as barreiras do egoísmo e pautar o nosso agir no amor. Não existe outra festa no mundo que se pode congregar a todos nós à solidariedade, à reunião familiar, ao perdão e à paz.

       No Natal todos querem esquecer as mágoas, aqueles que estão afastados buscam se aproximar. É a oportunidade de procurarmos o que temos de melhor dentro de nós. Contemplar Jesus, que se fez pobre, como uma frágil criança deitada numa manjedoura, nos sugere a possibilidade de renovar, de refazer, de mudar o que não está bom e recomeçar do jeito certo, unindo a Ele nossa condição humana. Vamos caminhar juntos, esses dias de dezembro. Boa Leitura!

O Editor

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags