Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

UMA HISTÓRIA BASTANTE CONHECIDA

         Há muitos anos atrás, numa cidade chamada Nazaré, uma jovem chamada Maria, muito religiosa e de bom coração, foi escolhida para ser a mãe do filho de Deus. Conta a Bíblia que Jesus nasceria para livrar os homens do pecado e espalharia lições de amor às pessoas. Maria casou-se com José, um marceneiro bom e justo. Grávida, precisou viajar com o marido para a cidade de Belém – para participar de um recenseamento obrigatório (como se fosse um senso, uma pesquisa para saber quantas pessoas viviam na região).

       A viagem, feita à cavalo, foi bastante longa e cansativa, ao chegarem a Belém a cidade estava muito cheia e não havia mais quartos na hospedaria para que pudessem descansar. O único lugar que encontraram foi uma estrebaria (lugar onde os animais ficam). Naquela noite, lá mesmo, Maria deu à luz ao Menino Jesus. Ele nasceu num lugar muito simples, ao lado de animais como bois e burros.

       Foi visitado pelos pastores da região, e dias depois, por reis magos, vindos de longe, guiados por uma estrela no céu. Essa história, super conhecida, aconteceu há mais de dois mil anos e conta como foi o nascimento de Jesus Cristo, o homem que, para os cristãos, é o salvador do mundo. Um dos costumes do Natal é representar essa linda história por meio dos presépios. Nunca tinha reparado? Pois é! Em desenho, escultura ou pintura, o presépio é uma representação do nascimento de Cristo e sempre traz a manjedoura onde Jesus nasceu, os animais que estavam presentes, os três reis magos e os pais do Menino, José e Maria.

 

O PRIMEIRO PRESÉPIO

       A tradição de se montar um presépio teve início com São Francisco de Assis, no ano de 1223. Foi nessa época que, lá em Greccio (cidade perto de Roma), na Itália, São Francisco queria mostrar aos camponeses como tinha sido a noite do nascimento de Jesus, mas não sabia como fazer, foi aí que teve a ideia de pegar a argila e fazer vários bonequinhos de barro. Fez Maria e José, depois um bebê, um burrinho, alguns pastores, um boi, três reis e uma estrela. Arrumou tudo em volta do bebê e conseguiu, então, explicar o que queria, de uma forma bem fácil. Ótima ideia, né? Depois desse dia, a tradição de montar presépio ganhou o mundo! Chegou ao Brasil no século XVII. O religioso Gaspar de Santo Agostinho montou o primeiro em Olinda, Pernambuco.

 

DIFERENTES TIPOS

      Hoje existem presépios de todos os tamanhos, jeitos e formas – de barro, de madeira, porcelana, casca de coco, pinhão, contas, areia, palha de milho, osso, pano, ferro, tijolo e até de chocolate! Isso mesmo! Na cidade do Porto, em Portugal, foi feito um presépio de 12 toneladas de chocolate. Demorou seis meses para ficar pronto e entrou para o Livro dos Recordes. Hum, que delícia, não? Outro presépio diferente foi feito, de areia, em Maringá, no Paraná. Ele tem imagens de Maria, José e o menino Jesus esculpidas em dois metros de areia.  Superbonita!

Fonte: Jornal da Comunidade Resgate – Juiz de Fora

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags