Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

A HISTÓRIA DA SANTÍSSIMA VIRGEM DE GUADALUPE

Conhecida como a Padroeira de toda a América, Nossa Senhora de Guadalupe intercede a Deus, pedindo graças, por todos nós.

               Era um sábado de dezembro, em 1531, o índio cristão Juan Diego caminhava rumo à missão franciscana de Tlatetolco, para assistir à Missa em honra a Nossa Senhora. Ao passar pela colina do Tepeyac, ouviu uma música linda. Ao procurar de onde vinha, escutou uma voz lhe chamar: “Juanito, Juan Dieguito”.

              Ele caminhou em busca da voz e encontrou uma jovem senhora linda e serena. Sua única reação foi cair de joelhos e sorrir para Ela. Após se anunciar como a Virgem, Mãe do Deus verdadeiro, ela pediu a Juan que construísse um templo naquele lugar para que pudesse derramar Seu amor, compaixão, socorro e proteção a todos que procurassem Seu auxílio.

            Juan foi até à casa do Bispo na época, Frei Juan de Zamárraga, e, ajoelhado, passou o desejo de Maria para ele. o Frei pediu alguns dias para pensar e avaliar. Desanimado, Juan voltou à colina para explicar a Virgem o que havia acontecido. Após mais uma tentativa, o Bispo pediu a Juan uma prova de seu encontro com a Virgem.

             Juan, no entanto, teve problemas com a saúde de seu tio e faltou ao encontro com a santa. Durante sua ida ao Mosteiro de Santiago Tlatelolco para buscar um padre que pudesse abençoar o enfermo, Nossa Senhora intercedeu pela cura do tio de Juan. Ela, sem titubear, pediu ao fiel que fosse ao topo da colina, colhesse as flores e as guardasse no seu manto. Mas, reforçou que o manto só poderia ser aberto para o Bispo.

               Juan seguiu à risca as ordens da Virgem e, assim que mostrou as flores para o Bispo, elas ainda tinham o orvalho fresco da manhã e no pano do manto eles viram a imagem de Nossa Senhora, exatamente como aparecera para Juan. O Bispo imediatamente recolheu o manto, o colocou em um oratório e pediu a Juan para visitar o local em que deveria ser construído o templo.

              Seu nome, Guadalupe, foi dito ao tio de Juan, numa aparição. Pediu para ser chamada de “Tequathanouph” que significa: “que teve origem no cume da pedreira”. Com a língua espanhola, o nome transformou-se em Guadalupe. A fama do milagre se espalhou rapidamente e multidões apareciam na casa do Bispo para apreciar e rezar no manto.

           O Santuário foi construído pelos índios que, para a inauguração, enfeitaram um caminho de seis quilômetros com flores, música e dança. Assim que a imagem foi transferida para o santuário, peregrinações indígenas começaram a chegar de todos os lugares. E este é um costume que eles mantêm até os dias de hoje. A Festa de Nossa Senhora de Guadalupe é celebrada no dia 12 de dezembro.

       Fonte: Jornal o Evangelizador

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags