Editor: Fernando Mauro Ribeiro - portalnovotempo.com - © 2017 PORTAL NOVO TEMPO CACHOEIRA ALEGRE/MG.

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle
Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

FIQUE ATENTO: SER HONESTO É DEVER

February 2, 2020

Está difícil hoje em dia, distinguir o que é verdade e o que é mentira. As redes sociais são especialistas em oferecer esse tipo de informação ou desinformação. Notícias tão bem redigidas, mentiras tão cheias de detalhes que, chegamos a questionar a sua veracidade ou não. E isso complica ainda mais, quando o internauta desavisado não checa a fonte, desconhece a origem dos fatos e sai por aí compartilhando com o céu e a terra. São as chamadas notícias falsas ou fake News. Há casos em que esse tipo de atitude causaram verdadeiras complicações e foram responsáveis por enormes transtornos na vida de muita gente. FAKE NEWS: “Atualmente, qualquer tipo de conteúdo que contenha informações incorretas, descontextualizadas ou com algum tipo de manipulação do fato real, pode ser considerado fake News”. Portanto, não compartilhe sem saber a origem daquela informação. Use o bom senso, avalie, seja ético, coerente... A sensatez é uma virtude sim, mas é também um dever nosso exerce-la, assim como a verdade, a sinceridade, a honestidade e outros.

     Aqui nessa terra de santa Cruz, costuma-se premiar a alguém por alguma atitude que demonstre honestidade. Ora, ser honesta é um dever de todos nós. Certa vez, - não faz muito tempo – dei uma carona a um senhor na BR 116, deixando-o próximo a Bom Jesus da Cachoeira, mais precisamente na Comunidade do Barreiros. Alguns quilômetros à frente, percebi que o tal senhor havia deixado cair no banco sua carteira. Logo, retornei ao local e vi ao longe o senhor que caminhava rumo ao seu sítio, fui ao seu encontro e lhe devolvi o que lhe era de direito. Ele não havia ainda se dado conta de que perdera a carteira e, tamanha foi a sua surpresa quando o abordei. “Meu filho, não tenho muito dinheiro, mas o que tem aí, é o suficiente para eu pagar uns camaradas que estão trabalhando pra mim desde o começo da semana”, disse ele.

     Eu desconhecia o valor em dinheiro, assim como o conteúdo da carteira. Também não conhecia aquele homem e não o vi mais, já que não tenho por hábito transitar por ali, quando vou para minha Cachoeira Alegre. Aquele senhor ficou extremamente satisfeito com minha atitude. Porém, afirmo para vós, que, não mais feliz que eu! Esse é o preço! Que vantagem fiz eu. Nenhuma! Apenas fiz o que aprendera com meus pais: ser honesto! E não mereço aplauso por isso. É meu dever! Fiz o que gostaria que fizessem comigo.

     Rui Barbosa disse: “De tanto ver triunfar os homens de mau caráter, de tanto assistir as conquistas dos corruptos, o progresso dos larápios, chegará um dia em que homem íntegro sentirá vergonha de ser honesto”! Rui Barbosa disse algo mais ou menos assim. Oxalá isso não aconteça... mas parece que a humanidade caminha para isso. Infelizmente!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags