Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

JESUS, MARCA DE UMA MANEIRA DECISIVA A HISTÓRIA DA HUMANIDADE E INAUGURA UM NOVO TEMPO

April 1, 2020

EDITORIAL DE ABRIL

JESUS, MARCA DE UMA MANEIRA DECISIVA A HISTÓRIA DA HUMANIDADE E INAUGURA UM NOVO TEMPO

     Queridos irmãos, amados leitores, é bom estar de volta, nesse momento, quando já percorremos, juntos, três meses de 2020. Quanta coisa bonita vivenciamos ao longo desses dias. Os dias festivos de janeiro com a festa de São Sebastião, nosso padroeiro. É perceptível em nossa existência humana a solidariedade, o avança de partilha e de comunhão que celebramos em nossa Cachoeira Alegre.

     Inicia-se abril com a mesma intensidade e naturalidade da nossa fé, em um compromisso maior com a mensagem de Jesus que é o fundamento de nossa esperança e de nossa salvação. Ele é o nosso Redentor e Salvador. Sabemos que não há Ressurreição sem falar da Cruz, não há vida, não esperança que ofusca na realidade humana a trajetória de luta frente aos sinais de morte que ainda afloram de maneira rápida em nosso meio.

     É necessário que, mesmo diante da cultura de morte, do descartável tão fluente no pensamento de Sua Santidade, o Papa Francisco, que todos devemos pautar por uma atitude mais coerente e amadurecida com a mensagem de Jesus, que é semear a justiça do Reino o, o perdão, o diálogo, a inclusão de todos os irmãos em nossa convivência. Na edição de fevereiro, revivemos a alegria contagiante dos foliões, Brasil a fora com a Folia de Momo. Março, falamos do período Quaresmal, e nesta edição, dentre outras, refletiremos sobre a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus. Celebrar o Tríduo Pascal é celebrar toda a história de nossa salvação. ´´E viver intensamente a memória da passagem de Jesus no meio de nós. Com sua atitude de amor ao Pai e serviço aos irmãos, Jesus marca de uma maneira decisiva a história da humanidade e inaugura uma nova maneira de viver como irmãos e como filhos de um mesmo Pai.

     Estaremos atentos também a essa ameaça brutal que põe em risco a vida de tanta gente: a pandemia do corona-vírus, o Covid-19. Para algumas pessoas: um castigo de Deus à humanidade. Par outros: Uma gripezinha de nada! Para os destemidos: é uma invenção da TV Globo que está semeando o terror, e mesmo quando a OMS se posiciona, falando da necessidade de se resguardar, que se deve tomar precauções para que não haja disseminação do vírus e atinja um patamar muito alto, pondo em risco a vida de muita gente, como ocorreu na Europa, por exemplo; há uma corrente contrária que acredita que tais cuidados sejam desnecessários. O Ministro da Saúde, (Mandeta), vem esclarecendo a população, do perigo e, reiterando de que ela deve se manter mais reclusa. Já há casos de pessoas infectadas e outras tantas que vieram a óbitos. Mas há pessoas, que nem assim, se convence, e vivem por aí, a colocar a vida dos outros e a sua própria vida em risco.

         Particularmente, não creio em castigo de Deus. Penso que como Pai, com um coração transbordando de amor, Ele não nos imporia tal punição. Prefiro pensar que, o nosso Deus, está a nos conceder uma grande oportunidade para repensar nossa vida, para desacelerar, diminuir esse ritmo frenético em que vivemos, essa correria desenfreada, como se fossemos um vagão de trem desgovernado, e avaliar, nos questionarmos sobre o rumo que estamos dando a esse mundo.

     A situação pede e exige nossa motivação e uma sensibilidade pastoral e solidária da Igreja, uma voz profética com coragem destemida frente aos dessabores e desrespeito à vida humano, aos mais pobres da sociedade, é um grande descaso, muitas vezes praticados por nós. Contra a “Casa comum”, que é o meio ambiente, quantos destroços e agrotóxico jogamos no meio ambiente. É tempo de pensar e mudar de vida.

     É triste ver tantos irmãos perdendo sua história e sua dignidade, frente à catástrofe natural que devastou tantas cidades e ceifou tantas vidas. É lamentável perceber que o volume de chuvas torrenciais em determinado ponto, vem com tanta fúria que arrasta vida e destrói histórias conquistadas. Diante desse quadro não podemos ficar indiferentes, não se pode calar. Demonstremos mais uma vez nosso compromisso com Cristo, que veio para trazer vida e “vida em abundância”!

     Para os cristãos, a Páscoa é a festa mais importante do calendário litúrgico, até mesmo que o Natal, porque a ressurreição de Jesus Cristo é o fundamento, a fonte e o sentido da fé cristã. Que todos possamos participar do Mistério da nossa salvação, que culmina com a celebração da Páscoa do Senhor. Uma Santa Semana e uma Feliz Páscoa. Que Deus nos abençoe a todos e uma Boa Leitura!

O Editor

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags