Please reload

Posts Recentes

       Quando a Palavra toca o coração das pessoas, elas compreendem melhor o amor de Deus por elas. Quando tomados pela misericórdia divina...

CELEBRAMOS NESSE DIA 04, OS 24 ANOS DE IDEALIZAÇÃO DA FUNDAÇÃO

September 4, 2019

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

MENTIRAS & VERDADES ABSOLUTAS

April 1, 2020

MENTIRAS & VERDADES ABSOLUTAS E BRINCADEIRAS DE PRIMEIRO DE ABRIL

 “Políticos comemoram com a multidão, na inauguração do asfaltamento de Barão até a BR 116”.

 

“Cientistas brasileiros descobrem vacina contra o corona-vírus”.

 

“A renúncia do presidente Jair Bolsonaro causa comoção no País”.

 

Moradores esquecem o apelido de Vila Martins e reconhecem o Bairro com seu verdadeiro nome: BAIRRO SÃO TOMÉ”!

     A primeira notícia foi veiculada em 2018. As demais são muito recentes, foram inseridas nas páginas desse informativo hoje. E sabe qual é o dia de hoje) Simplesmente: Primeiro de Abril. Logo, você já questiona a veracidade das manchetes. E nem precisa ligar para a redação para se ter a certeza de que são absolutas mentiras. Basta sair à porta de sua casa para ver que a notícia de 2018 é irreal.

     Nada de asfalto. Pelo contrário, estamos sem ter para onde ir e sem ter como ira lugar nenhum. Primeiro que, em virtude do COVID-19, os ônibus não estão circulando. Segundo que, em razão das chuvas constantes, estamos abandonados nessa Cachoeira. As estradas do nosso município não estão excelentes, já que não se pode falar de excelência de estradas em tempo de chuva. Digamos que se trafega com segurança. O mesmo não acontece com as estradas dos municípios de Muriaé e Patrocínio do Muriaé que fazem divisa com o Município de Barão do Monte Alto.

     Uma vergonha do tamanho dos dois municípios citados. Uma cidade bela, bem cuidada e por isso mesmo atraente como Patrocínio do Muriaé, ignorar completamente o seu território, fugir à sua responsabilidade de cuidar de sua estrada. A Vila Ulisses Ribeiro que, faz divisa com Barão e, que pertence a Patrocínio do Muriaé, é da responsabilidade do senhor prefeito da referida cidade. É um longo trecho no percurso a Muriaé, e que, o poder público ignora.

     Quanto ao Município de Muriaé, onde alguns quilômetros são da jurisdição do referido município, os próprios internautas têm dito com muita propriedade do descaso e do desrespeito do prefeito Grego, que não dá a mínima importância. Ele ignora os possíveis votos existentes nessa região... e se não tem votos, não tem obras. Só que o desinformado prefeito, se esquece que foi eleito para cuidar do município como um todo. Independente de se ter obtido votos ou não naquele bairro. Embora não seja em grande número talvez, há sim, eleitores naquelas paragens que votam em Muriaé.

      E há também as centenas de eleitores que sendo cachoeirenses, residem em Muriaé, votam em Muriaé e trafegam com frequência por essa mesma estrada que ele deixa abandonada. Ao invés de uma resposta positiva nas urnas, o desinteressado prefeito pode ouvir muitos “não” em sua próxima campanha. É bom que ele saiba disso e é urgente que ele tome providencias em relação as estradas de seu município.

     Só para recordar: além desse portal, o site do silvanalves.com também fez denúncias com fotos do trecho pertencente ao município de Muriaé, registrando a inoperância do governo municipal com a evidente incapacidade de se trafegar. Uma verdadeira cratera, logo depois que termina o perímetro urbano no bairro Santo Antônio, muitos veículos agarrados no barro, sem ter como ir, nem vir. Na Barra Alegre: buracos, muita lama e galhos de árvores pela estrada. Na Gameleira próximo ao comércio e a Capela de São Pedro, a situação também está complicada. Na Vila Marciana os transtornos são constantes, independe se com chuva ou sol. Logo mais à frente, onde se tem uma enorme onde a água flui dia e noite, como se fosse um riacho sem ponte que corta a estrada. Exatamente nesse local, um caminhão baú, ficou atravessado, bloqueando totalmente a estrada.

     É, meus amigos, as coisas por aqui não andam fáceis não! Pelo contrário, estão muito difíceis. Mas poderiam ser diferentes se os políticos não fugissem às suas responsabilidades!

Fernando M. Ribeiro

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags